Oscar faz planos para a guerra

A Academia do Oscar garantiu hoje que a cerimônia será realizada mesmo que estoure a guerra ao Iraque. Para tanto, já estão sendo preparados planos de emergência para garantir a segurança da festa, que acontece em 23 de março. Caso a cerimônia coincida com o início das ações militares, a Academia admite adiá-la em 48 horas, na pior das hipóteses.Apesar da disposição da Academia, a decisão final deverá ser tomada em conjunto coma rede ABC, dona dos direitos de transmissão do Oscar. A festa é a segunda maior audiência dos Estados Unidos, atrás apenas da final de futebol americano, e os espaços publicitários já foram vendidos (US$ 1,3 milhão por cada 30 segundos de anúncio). No mundo todo, cerca de 1 milhão de espectadores devem assistir à festa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.