Danny Moloshok/Invision/AP
Danny Moloshok/Invision/AP

Oscar de 2019 não terá apresentador oficial, confirma ABC

Premiação mais aguardada do cinema será realizada em 24 de fevereiro; acompanhe a cobertura do 'Estado', diretor de LA

Jill Serjeant, Reuters

05 Fevereiro 2019 | 19h42

A cerimônia do Oscar 2019 não terá um apresentador oficial, disse nesta terça-feira, 5, a presidente da ABC Entertainment, que transmite a premiação.

Karey Burke disse a repórteres que a cerimônia do dia 24 de fevereiro contará com celebridades para apresentar os prêmios, e que há planos para “uma abertura bem emocionante”.  

Em dezembro, o comediante Kevin Hart desistiu de apresentar o Oscar, a premiação mais prestigiada da indústria cinematográfica, após o ressurgimento de antigos tuítes homofóbicos.

A cerimônia do Oscar só deixou de ter um apresentador oficial uma vez em seus 91 anos de história, na premiação de 1989.

Karey disse que a decisão de abrir mão de um anfitrião este ano foi tomada após o que descreveu como a “bagunça” envolvendo a renúncia de Hart.

“Depois disso, ficou muito claro que nós iríamos seguir em frente e simplesmente ter apresentadores apresentando o Oscar. Nós todos concordamos com essa ideia bem rapidamente”, disse Karey a repórteres durante reunião da Associação de Críticos de Televisão em Pasadena, Los Angeles.

Ela disse que a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, que organiza o Oscar, prometeu à ABC no ano passado que a transmissão será de apenas três horas —30 minutos a menos do que nos últimos anos.

“Então os produtores, eu acho, decidiram sabiamente em não ter um anfitrião e voltar a ter os apresentadores e os filmes como as estrelas”, disse Karey.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.