Oscar anuncia indicados na 3a sem expectativa de surpresas

A temporada de premiações em Hollywood, marcada este ano pela greve dos roteiristas, aproxima-se de seu auge na terça-feira, com o anúncio dos candidatos ao Oscar. O anúncio dos indicados para a 80a cerimônia de premiação do Oscar acontecerá ao amanhecer em Beverly Hills (11h30, no horário de Brasília). Se não há acordo para o fim da greve, pelo menos os críticos concordam com os principais favoritos. Em uma carta aberta aos integrantes da academia, o crítico Peter Travers, da revista Rolling Stone, disse que eles merecem assistir ao filme "Transformers" para sempre no inferno se não indicarem longas como "There Will be Blood" e "Onde os Fracos Não Têm Vez" para melhor filme. Boa parte dos favoritos ainda não conquistaram as bilheterias, como é de costume, e seus distribuidores contam com o Oscar para garantir a renda. Um deles é "There Will Be Blood", sobre como o poder e o dinheiro corrompem as pessoas. O ator britânico Daniel Day-Lewis faz o papel de um magnata do petróleo do início do século na Califórnia, que diz odiar gente. Ele é um dos mais cotados para uma estatueta de melhor ator, que se juntaria à que ganhou em 1990 por "Meu Pé Esquerdo". "Onde os Fracos Não Têm Vez" é dos irmãos Joel e Ethan Coen, e é forte candidato a melhor filme, diretor, roteiro adaptado e edição. O thriller mostra o espanhol Javier Bardem como um psicopata homicida que age no Texas e é perseguido pelo policial interpretado por Tommy Lee Jones. Entre outros dramas cotados para o prêmio de melhor filme estão "Conduta de Risco", estrelado por George Clooney, que faz o papel de advogado, e o francês "O Escafandro e a Borboleta", a história real de um editor de revista que fica paralisado e dita um livro só com o piscar de um olho. Para melhor diretor, Sean Penn concorre com a aventura "Na Natureza Selvagem", junto com "Juno", a única comédia entre os favoritos, estrelada por Ellen Page. Outros filmes que podem ficar com várias indicações são "Desejo e Reparação", ganhador do Globo de Ouro de melhor drama; o musical "Sweeney Todd", que ganhou o Globo de Ouro de melhor comédia/musical, e a sátira política "Jogos do Poder". O brasileiro "O Ano em que meus Pais Saíram de Férias", de Cao Hamburger, concorre a uma indicação para melhor filme em língua estrangeira. (Reportagem adicional de Dean Goodman)

STEVE GORMAN, REUTERS

08 Janeiro 2021 | 14h28

Mais conteúdo sobre:
FILME OSCAR SEMSURPRESA

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.