EFE/ JJ Guillén
EFE/ JJ Guillén

'Os vilões costumam interessar mais do que os heróis' afirma Antonio Banderas

O ator vive o antagonista no filme' Uncharted: Fora do Mapa'; filme estreia no dia 17 de fevereiro

EFE, O Estado de S.Paulo

09 de fevereiro de 2022 | 09h00

Aos 61 anos, Antonio Banderas mantém um nível de atividade que surpreende, "Outro dia uma senhora gritou comigo no teatro, no meio da apresentação, achando que não era eu que realmente estava alí", disse ele durante entrevista durante o lançamento de Uncharted: Fora do Mapa, junto com Tom Holland e Mark Wahlberg.

Desde o final de novembro, Banderas dirige e protagoniza o musical "Company" em sua cidade natal, Málaga (sudeste da Espanha) e agora estrela nos cinemas a adaptação cinematográfica do jogo Uncharted, um blockbuster de ação e aventura no qual vive o antagonista. "Os vilões tendem a se interessar mais do que os heróis", disse.

Ele também está filmando sua participação no próximo episódio de Indiana Jones, que foi interrompido devido à covid. Em breve também irá estreiar a série O Monstro de Florença, sobre um serial killer italiano, embora desta vez ele atue como um repórter investigativo.

"Correu um boato por Málaga que há um dublê que faz o meu trabalho e que não estou lá ou que quando canto é uma gravação, mas é algo que faz parte do mundo em que vivemos. As informações falsas assumiram tudo", afirma. "A verdade é que faço muitas atividades e às vezes fico com raiva de mim mesmo por concordar em fazê-las."

Apesar de tudo, ele diz que não mantém uma dieta especial e dá uma boa prova disso ao devorar o sexto donut pela manhã antes de iniciar a entrevista. "Não sei se isso ajuda, em princípio deve ser contraproducente", diz.

"Acho que gosto muito do que faço e isso pode ser a chave de tudo, se minha atividade profissional produzisse uma certa rejeição, não faria tanto ou tão confortavelmente; às vezes as coisas se sobrepõem e isso me leva a estranhas estados da minha personalidade, mas no momento em que começo a fazê-los, dou tudo de mim".

"Talvez seja por isso que às vezes eu fico com raiva, porque não sei fazer as coisas pela metade. É a minha personalidade. Pode ser muito bom ou muito ruim, mas é assim que é", conclui.

Em Uncharted, Banderas interpreta Santiago Moncada, herdeiro de uma família rica que reivindica como seu um suposto tesouro que Fernão de Magalhães teria encontrado em seu retorno ao mundo no século XVI e que os protagonistas, Tom Holland e Mark Wahlberg, também procuram.

"Esse é um cara malvado estranho", ele brinca, "porque o tesouro pertence a mim, à minha família, e esses dois que são muito legais e muito bonitos vêm e tiram de mim, eu deveria ser o herói do filme, mas é assim que as coisas são, coisas em Hollywood.

"Tentei fazer um personagem educado, culto, mas com violência interna", explica. "Mais do que suas ações, é sua personalidade que o torna um vilão, ele é um megalomaníaco que olha para o umbigo e só pensa em poder."

Embora as filmagens tenham sido complicadas devido à pandemia, ele ressalta que foi uma boa experiência. "Muitas máscaras, muito PCR e pouca interação entre nós, porque não podíamos sair para jantar para nos conhecermos melhor como costumamos fazer. Mas gostei, principalmente do Tom, que é um paraíso como uma pessoa, muito afável e um ator muito bom."

Sobre Indiana Jones, ele diz que já gravou cenas na Sicília e Londres. No próximo fim de semana retornará à capital inglesa para finalizar algumas cenas pendentes. "Mas aqui não sou do mal, sou um amigo de Indiana que colabora com ele na busca, novamente, de um tesouro."

Com tudo isso, ele ainda promete "esticar a perna" na cerimónia de Goya para o cinema espanhol que se realiza no sábado, depois de ter sido mestre de cerimônias na edição do ano passado.

"O melhor do cinema espanhol está aqui, apesar dos tempos que vivemos, as filmagens continuam, o cinema está mais vivo do que nunca e vai ser uma cerimônia muito bonita."

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.