Leonardo Lara/Divulgação
Leonardo Lara/Divulgação

'Os Residentes', de Tiago Mata Machado, é destaque em Berlim

O filme brasileiro Os Residentes, do cineasta Tiago Mata Machado, está na sessão "Fórum" da 61ª edição da Festival de Berlim, ao lado de outras produções latino-americanas.

EFE

14 de fevereiro de 2011 | 12h03

O longa, que foi consagrado na 14ª Mostra de Cinema de Tiradentes, se centra em um grupo de personagens que vivem em uma casa abandonada e que logo recebem novos hóspedes: um velho militante neoísta, um autoexilado e uma famosa artista plástica, aparentemente sequestrada.

Os outros filmes latino-americanos na seção Fórum do festival são o colombiano Karen Llora en un Bus, de Gabriel Rojas Vera; os argentinos Ocio e Ausente, de Juan Villegas e Marco Berger, respectivamente; e o chileno El Mocito, de Marcela Said.

O diretor colombiano Rojas Vera, que estreou nesta segunda-feira no festival internacional com seu longa, disse à Agência Efe que o filme conta a história de "uma mulher que se divorcia e luta entre a comodidade de sua antiga vida e a independência de viver sozinha".

"É um filme de estética simples, intimista, e tecnicamente naturalista, que está muito centrado na atuação", revelou o diretor, quem acrescentou que é "um orgulho" participar do festival de Berlim.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.