"Os Produtores" quer repetir êxito da Broadway

O filme Primavera Para Hitler, levado para os palcos com grande sucesso, está agora voltando à tela grande em um remake com as duas principais estrelas do elenco da Broadway, Matthew Broderick e Nathan Lane. /DivulgaçãoUma Thurman, entre Nathan Lane e Matthew Broderick (D), em cena do longa que estréia dia 30 no BrasilO filme, que também conta com Uma Thurman e Will Ferrell no elenco, estréia no Brasil no dia 30 de dezembro com o título Os Produtores.A comédia original, que em inglês recebeu o título de The Producers, foi lançada em 1968 e rendeu o Oscar de melhor roteiro para o diretor e autor Mel Brooks.Mais de 30 anos depois, Brooks levou a história do filme para a Broadway em formato de musical, e o espetáculo recebeu 12 prêmios Tony, considerado o Oscar do teatro americano.Ao recriar The Producers novamente no cinema, Brooks deve ganhar uma nova geração de fãs com sua mistura de humor e mau gosto.Trama A versão original tinha o ator Zero Mostel no papel do produtor em fim de carreira Max Bialystock, que convence seu contador, Leo Bloom, interpretado em 1968 por Gene Wilder, a participar de um esquema para ganhar dinheiro.Bialystock e Bloom planejam escrever um musical para a Broadway que seja um grande fracasso para embolsar o dinheiro dos investidores quando o espetáculo acabar prematuramente.No entanto, o musical, intitulado Primavera Para Hitler como o filme no Brasil, torna-se um sucesso surpreendente de bilheteria. Mel Brooks disse que não planejava fazer um remake do filme original, mas queria produzir um registro cinematográfico das interpretações premiadas de Lane e Broderick.A química entre os dois (interpretando Bialystock e Bloom, respectivamente) foi considerada o fator crucial para o sucesso do musical na Broadway há quatro anos. Em entrevista ao jornal americano The New York Times, Mel Brooks declarou que queria garantir que o musical seria lembrado com as canções e o elenco originais. "Não entramos nessa para ganhar dinheiro", afirmou.Brooks disse que foi por isso que convidou a diretora do musical na Broadway, Susan Stroman, para dirigir o filme. Stroman nunca havia dirigido um filme antes.Público jovem A entrada de Uma e Ferrell no elenco foi por insistência do estúdio Universal Pictures. Ao escalar os dois, a Universal espera atrair para os cinemas o público jovem, que nunca viu nem o espetáculo da Broadway nem o filme original.Will Ferrell admitiu que ficou preocupado com a responsabilidade de ter que entrar para um elenco que já se conhecia bem, mas depois conseguiu se sentir mais confortável no papel.No filme, Ferrell é o roteirista obcecado pelo nazismo Franz Liebkind, que escreve o musical Primavera para Hitler.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.