Disney/Pixar
Disney/Pixar

'Os Incríveis 2' quebra recorde com abertura heróica de US$ 180 milhões nos EUA

A animação da Pixar superou em mais de 45 milhões de dólares 'Procurando Dory', recordista até então

Reuters

18 Junho 2018 | 11h18

O fim de semana de abertura de Os Incríveis 2 nos EUA foi, digamos, incrível. O filme da Disney-Pixar voou para um lançamento de quebrar recordes, com 180 milhões de dólares em 4.410 localidades, confirmando facilmente a melhor estreia de todos os tempos para um filme de animação.

O título era anteriormente de outra sequência da Pixar, Procurando Dory, que arrecadou 135 milhões em 2016. Os Incríveis 2 também marcou a oitava maior abertura de todos os tempos nos Estados Unidos, ultrapassando A Bela e a Fera (174,6 milhões de dólares), de 2017, como a melhor estreia de um filme com censura livre.

"O filme mostra o poder de atração do gênero de super-heróis, seja em animação ou live-action", disse o analista de bilheteria Paul Dergarbedian. "A combinação da marca Pixar e da execução perfeita da estratégia de marketing e distribuição da Disney tornou o filme um clássico instantâneo e um monstro de bilheteria."

++ 'Vingadores: Guerra Infinita' bate os 2 bilhões de dólares nos cinemas

Os Incríveis 2 bateu também a marca de terceira maior abertura de 2018, confirmando que as três melhores estreias do ano pertencem ao reino mágico. Filmes da Disney-Marvel, como Pantera Negra (257,7 milhões de dólares) e Vingadores: Guerra Infinita (202 milhões de dólares) garantiram a 1ª e 2ª colocações.

Também estreou neste fim de semana nos EUA Te Peguei, da Warner Bros. e New Line, que mirava uma bilheteria de 14,6 milhões de dólares em 3.382 cinemas. A comédia, estrelada por Ed Helms, Jake Johnson, Jon Hamm e Jeremy Renner, se baseia em um perfil do Wall Street Journal sobre um grupo de homens, teve 51 por cento da audiência, surpreendentemente, de mulheres. Aqueles maiores de 25 anos representaram 78 da audiência, enquanto 58 por cento tinham menos de 35 anos.

No Brasil, Os Incríveis 2 estreia apenas em 28 de junho.

Mais conteúdo sobre:
PixarDisneyOs Incríveiscinema

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.