Organizadores do Oscar prometem novidades na cerimônia

Os organizadores do Oscar avisaram os indicados aos prêmios mais importantes do cinema mundial que eles devem ficar atentos na cerimônia deste mês, já que ela vai romper com a tradição. Os produtores "vão assumir alguns riscos, muitos riscos, alguns deles ousados", disse Sid Ganis, presidente da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, no almoço anual oferecido pela Academia aos indicados aos Oscar. Os produtores Laurence Mark e Bill Condon estão organizando sua primeira transmissão da cerimônia do Oscar, que terá lugar em 22 de fevereiro no teatro Kodak, em Hollywood. Mas Mark e Condon nunca antes produziram o espetáculo. Eles são conhecidos sobretudo por produzir musicais como "Dreamgirls - Em Busca da Fama", de 2006. Em vez de contratar um humorista para apresentar a cerimônia, como tem sido feito até hoje, eles chamaram o ator australiano Hugh Jackman, e, na busca por algo mais espontâneo, eliminaram o famoso monólogo de abertura. Em dezembro, quando Jackman foi anunciado como apresentador, Mark disse à Reuters que ele e Condon querem que a cerimônia seja "mais uma festa e uma celebração", mas se negou a revelar detalhes. Na segunda-feira, Sid Ganis se mostrou igualmente reticente no almoço que reuniu mais de 100 indicados ao Oscar, incluindo astros como Sean Penn e Penélope Cruz, indicados para melhor ator e melhor atriz coadjuvante, respectivamente por "Milk - A Voz da Igualdade" e "Vicky Cristina Barcelona." Ganis não disse aos indicados o que devem fazer se forem os vencedores. Aconselhou que os discursos de aceitação sejam "breves, pessoais e, é claro, sinceros". E lançou um aviso final ao explicar que Condon e Mark estão com alguns truques escondidos nas mangas: "Fiquem alertas". Os organizadores fariam bem em assumir alguns riscos para frear a tendência de queda na audiência do Oscar. A cerimônia de 2008, apresentada pelo humorista Jon Stewart, foi vista por apenas 32 milhões de telespectadores nos EUA, contra 39,9 milhões no ano anterior. Mesmo assim, a entrega dos Oscar ainda é o programa que tem a segunda maior audiência na televisão americana, e está prevista a presença de inúmeras celebridades, incluindo Sean Penn, Penélope Cruz, Brad Pitt, Angelina Jolie e Meryl Streep.

BOB TOURTELLOTTE, REUTERS

03 de fevereiro de 2009 | 12h05

Tudo o que sabemos sobre:
FILMEOSCARNOVIDADESCERIMONIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.