Oliver Stone rodará filme sobre golpe contra Chávez

O diretor de cinema norte-americano Oliver Stone e o produtor inglês John Daily rodarão um filme sobre o golpe que, em abril de 2002, derrubou em 48 horas o presidente venezuelano, Hugo Chávez, informou o governante.Stone e Daily farão o anúncio durante a cerimônia da entrega de prêmios da 59.ª edição do Festival de Cannes, que acontece até 28 de maio, informou a Agencia Bolivariana de Noticias.O presidente da Venezuela se reuniu com Daily "há vários meses" em Caracas, para conversar sobre o filme que mostrará a tentativa de golpe que, em 11 de abril de 2002, o tirou do poder por 48 horas, disse a agência."Não sei que nome darão ao filme sobre a Venezuela, mas é sobre o golpe de Estado. Será que o Governo imperialista vai tentar impedir que se faça um filme sobre o golpe de Estado que eles planejaram e conduziram?", disse Chávez em seu programa de rádio e televisão transmitido aos domingos "Alô Presidente".Chávez acusa Washington de "estar por trás" do golpe de Estado de 2002 e de outros "planos desestabilizadores" contra seu Governo, o que a Casa Branca nega."Eu acho que ano que vem pode estar percorrendo o mundo um tremendo filme de Oliver Stone e John Daily sobre o golpe de Estado na Venezuela", disse o presidente venezuelano.Chávez voltou ao poder em 13 de abril de 2002 apoiado por um grupo de oficiais que defendeu a ordem constitucional e por milhares de cidadãos que foram às ruas rejeitar o autoproclamado presidente do país, o líder empresarial Pedro Carmona, exilado na Colômbia desde maio desse ano.Oliver Stone apresentou, em 21 de maio, no Festival de Cannes, a versão restaurada de Platoon, seu primeiro filme sobre a Guerra do Vietnã, e acompanhou a exibição de seu novo longa, World Trade Center, que fala sobre o ataque às Torres Gêmeas de Nova York, no trágico 11 de setembro de 2001.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.