"Olga" é indicado ao Oscar 2005

Olga, o filme de Jayme Monjardim, baseado na biografia homônima do jornalista e escritor Fernando Morais, foi escolhido o longa-metragem brasileiro que será indicado à Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood para concorrer ao Oscar 2005, segundo divulgou hoje o secretário do Audiovisual Orlando Senna. Olga vai disputar uma das cinco vagas na categoria do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, na 77.ª cerimônia anual do prêmio que será em fevereiro.O filme que conta a história de Olga Benário (1908-1942), judia comunista, mulher de Luís Carlos Prestes, que foi presa e deportada grávida de sete meses pelo governo de Getúlio Vargas para a Alemanha de Hitler, foi escolhido entre nove produções por uma comissão composta por cineastas e produtores, entre eles, André Sturm, Carla Camurati, José Geraldo, Luiz Severiano Ribeiro e Paulo Caldas. Para eles, o filme reúne as melhores condições para ser aceito pela Academia e disputar a vaga. Olga traz Camila Morgado no papel de Olga Benario, Caco Ciocler, como Luís Carlos Prestes, Fernanda Montenegro interpretando a mãe de Prestes Dona Leocádia e Osmar Prado como o presidente Getúlio Vargas, entre outros. O filme concorreu com Benjamim, de Monique Gardenberg; Cazuza, o Tempo Não Para, de Sandra Werneck e Walter Carvalho; De Passagem, de Ricardo Elias; Garrincha - Estrela Solitária, de Milton Alencar Jr.; Narradores de Javé, de Eliane Caffé; O Outro Lado da Rua, de Marcos Bernstein; Pelé Eterno, de Anibal Massaini Neto; e Redentor, de Cláudio Torres. No ano passado, Carandiru, de Hector Babenco, foi escolhido para representar o Brasil, enquanto Cidade de Deus, de Fernando Meirelles, foi indicado pela própria Academia e concorreu nas categorias de Melhor Direção, Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Edição e Melhor Fotografia.Veja trailer no site oficial de "Olga"

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.