Divlugação
Divlugação

'O Valor de um Homem' e O Botão de Pérola' estão entre as estreias da semana

Confira os trailers dos filmes que entram em cartaz

Luiz Carlos Merten, O Estado de S.Paulo

26 de maio de 2016 | 11h25

Mal terminou o Festival de Cannes e o mercado acolhe, com atraso, o longa de Stéphane Brizé que valeu a Vincent Brizé o prêmio de melhor ator no ano passado, O Valor de Um Homem. O curioso é que o filme dialoga de forma muito interessante com O Jogo do Dinheiro, de Jodie Foster, que passsou fora de concurso, em Cannes, neste ano. Dois filmes, certamente distintos entre si, mas que tratam da desumanização do mundo. Quanto vale a vida humana? Você quer mesmo saber? Veja esses filmes. E veja também o magnífico O Botão de Pérola. Sobre o novo Patricio Guzmán, é bom nem falar. O filme falará por si mesmo.

Alice Através do Espelho

(Alice in Wonderland 2: Through the Looking Glass, EUA/2016, 112 min.) - Fantasia. Dir. James Bobin. Com Mia Wasikowska, Johnny Depp, Helena Bonham Carter, Sacha Baron Cohen. 

Na sequência de Alice no País das Masracviolhas, Mia Wasikowska astravessa o espelho e entra em outra dimensão, onde - descobre - o Chapeleiro está em perigo. O universo de Lewis Carroll traduzido em belas cores e sons. Dessa vez, Tim Burton apenas produz. Nos seus longas recentes, faz tempo que a direção de arte (e o visual) conta mais que a mise-en-scène. Livre. 

O Botão de Pérola

(El Botón de Nácar, Chile-Espanha-França-/2015, 82 min.) - Documentário. Dir. Patricio Guzmán.

Assim como em A Nostalgia da Luz investigou o universo infinito para chegar ao horror da ditadura de Augustro Pinochet no Chile, a aqui Guzmán fala da água, das primitivas tribos que habitavam a costa chilena. E, de repente, as descoberta do botão de pérola do título serve de base para outra investigação, e chegamos, de novo, à ditadura de Pinochet. No documentário, a água é o ponto de partida para a abordagem O cinema é uma coisa maravilhosa. Às vezes, basta um nada para que um grande artista englobe tudo. 14 anos.

A Garota do Livro

(The Girl in the Book, EUA/2015, 88 min.) - Drama. Dir. Marya Cohn. Com Emily VanCamp, Michael Nyqvist, Ana Mulvoy Ten.

Uma garota que sonha ser escritora tem de lidar com fantasmas do passado - o pai, que nunca lhe foi de muita valia, e um antigo protegido dele, que de alguma forma abusou dela. A direrora estreante invade o mundo das letras e cria uma obra fascinante. 14 anos. 

Jogo do Dinheiro

(Money Monster, EUA/2016, 98 min.) - Thriller. Dir. Jodie Foster. Com George Clooney, Julia Roberts, Jack O'Connell.

Homem desesperado invade estúdio de TV e faz refém guru das finanças cujos comentários o levaram a investir suas economias - e a perder todo o seu dinheiro. A diretora Jodie Foster mostrou seu filme no recente Festival de Cannes. Mais que criar uma obra anticapitalista, sua intenção é cativar o público com um suspense adulto e personagens complicados porque, como ela diz, a vida é complicada. 14 anos. 

Os Outros

(Brasil/2016, 70 min.) - Documentário. Dir. Sandra Werneck.

Um imita Roberto Carlos, o outro, Cazuza, e a terceira, Ivete Sangallo. Como é a vida das pessoas que se anulam fazendo 'cover' dos outros? As respostas a essa pergunta podem ser surpreendentes, e fascinantes. 12 anos.

Peppa Pig, As Botas de Ouro e Outras Histórias

(Peppa Pig, Reino Unido/2016, 62 min.) - Animação. Dir. Phillip Hall e Joris van Hurzel.

Coletânia de curtas animados. Todos contam histórias estreladas por Peppa Pig. A porquinha tem seu programa infantil de TV e agora ganha o cinema. Livre. 

Ponto Zero

(Brasil/2015, 94 min.) - Drama. Dir. José Pedro Goulart. Com Sandro Aliprandini, Patricia Selonk e Eucir de Souza.

Um garoto de 14 anos passa por experiência transformadora ao longo de uma noite. O inferno da família, o sexo, a cidade grande. Tudo parece conhecido mas é novo. Nenhuma facilidade, um tratamento rigoroso do som e da imagem. Co-autor (com Jorege Furetado) de um curta mítico - O Dia em Que Doriovasl Encarou a Guarda -, o diretor estreia no longa 30 anos depoi9s. E assina um filme contra a corrente no cinema brasileiro atual. 14 anos.

Roteiro de Casamento

(Me Casé Con un Boludo, Argentina/2016, 110 min.) - Comédia. Dir. Juan Taratuto. Com Valeria Bertuccelli, Adrian Suar, Maria Alché.  Triângulo amoroso em um set de filmagem. A atriz, mulher do diretor, se envolver com colega de elenco, mas descobre que o que a atrai é o personagem, não o ator. Premissa interessante. E já que o filme é argentino... Alguma dúvida de que possa ser bom? 12 anos. 

São Sebastião do Rio de Janeiro - A Formação de uma Cidade

(Brasil/2015, 90 min.) - Documentário. Dir. Juliana de Carvalho.

Com imagens de arquivos, depoimentos e simulações em 3D, o filme é um canto de amor ao Rio, mostrando as transformações ocorridas com a cidade (chamada de 'maravilhosa') ao longo do tempo. Livre.

Uma Noite em Sampa

(Brasil/2016, 75 min.) - Comédia. Dir. Ugo Giorgetti. Com Otávio Augusto, Cris Couto e Siomara Schröder.

Um grupoo que veio do interior assistir a uma peça em São Paulo vive situação surreal. O motorista some, o ônibus fica fechado e eles não podem regressar para casa. Mestre minimalista, o diretor Giorgetti, de Sábado e Boleiros, não precisa mais que isso para assinar outro filme que abarca tudo. Questões íntimas, sociais, políticas... Resumindo-o absurdo da existência. 12 anos.

O Valor de um Homem

(La Loi du Marché, França/2015, 93 min.) - Drama. Dir. Stéphane Brizé. Com Vincent Lindon, Karine de Mirbeck, Matthieu Schaller.

Desempregado há tempos, Thierry/Vincent Lindon vive um dilema. Até onde terá de ir, engolindo o orgulho para manter a nova função? O diretor Brizé discute as leis do mercado que aviltam o humano. Lindon foi melhor ator em Cannes, no ano passado. Vale ver e comparar com O Jogo do Dinheiro, que também estreia. Os dois filmes dialogam, mas o de Brizé é melhor. 14 anos.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Cinema

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.