Divulgação
Divulgação

O rito de passagem de 'Entre Nós'

Diretores e elenco se falam do longa que estreia no dia 27

Flavia Guerra, O Estado de S.Paulo

17 de março de 2014 | 17h50

"Muito pela minha profissão, que me leva a tantos lugares, acabo perdendo contato com muitas pessoas. Não vejo muitos dos meus amigos de adolescência, de quando era mais jovem. Mas eles são parte de quem eu sou. Foram decisivos para minha formação. No filme, os amigos passam juntos um final de semana marcou muito o caráter deles. A gente pode tomar caminhos diferentes, mas as pessoas estão dentro uma das outras. Amizade é um pouco isso", disse hoje o ator Caio Blat quando questionado se os sete amigos de Entre Nós eram amigos de verdade, uma vez que dez anos depois do trágico último dia em que se viram em uma casa de campo.

O novo filme de Paulo Morelli ( de Cidade dos Homens) e de Pedro Morelli (filho de Paulo, que pela primeira vez divide uma direção com o pai)  reúne elenco bem afiado para contar esta história dos amigos que preparam cada um o seu livro, têm sonho de se tornarem autores famosos e decidem escreve cada um uma carta para si mesmos. Estas cartas devem ser desenterradas e lidas dez anos mais tarde. Um trágico acidente acontece neste dia e a turma só volta a se rever dez anos depois, quando devem abrir as cartas.

Estrelado por Caio Blat, Carolina Dieckmann, Maria Ribeiro, Martha Nowil, Júlio Andrade, Lee Taylor e Paulo Vilhena, o longa traça em roteiro bem amarrado os dramas, sonhos e desilusões destes jovens que amadureceram em meio a traumas e frustrações.

Felipe (vivido por Caio Blat) carrega uma história soturna por ter testemunhado a tragédia que matou um dos amigos e também por esconder um segredo que, se revelado, mudará a história da turma.

Lúcia (Carolina Dieckmann) é casada com Felipe e acaba vivendo o drama de compactuar com este segredo. "Eu talvez agiria diferente. mas sou mais impulsiva. A Lucia faz o que tem força para fazer" diz Carolina sobre a personagem. 

Com 120 cópias, Entre Nós estreia em 27 de março em várias regiões do País. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.