Walt Disney Pictures
Walt Disney Pictures

'O Rei Leão': Iza e Ícaro Silva serão dubladores dos protagonistas

Dupla foi anunciada pela Disney para fazer os papéis de Nala e Simba na versão brasileira do filme; Beyoncé e Donald Glover fizeram a dublagem em inglês

Redação, O Estado de S. Paulo

27 de junho de 2019 | 16h46
Atualizado 27 de junho de 2019 | 17h02

A cantora Iza e o ator Ícaro Silva foram os escolhidos para fazer as vozes dos personagens principais do remake de O Rei Leão, que estreia nos cinemas no dia 18 de julho. Beyoncé e Donald Glover fazem a dublagem original, no filme dirigido por Jon Favreau (Homem de Ferro).

"O Rei Leão foi o primeiro filme que vi no cinema, primeira vez que eu estava ali com um telão, tudo escuro. É muito emocionante, até chegar com o Timão e Pumba, nossa, foi muito sofrível", disse a cantora ao Uol. "Depois, eu assisti de novo e, conforme o tempo ia passando, a cena do Mufasa foi me afetando de forma diferente. É como se eu fosse evoluindo junto com o Rei Leão. E eu sou muito fã da Disney, estou feliz demais por fazer parte do filme. Estou achando surreal."

A dupla também gravou os duetos das canções, a partir dos originais de Glover (também conhecido como Childish Gambino) e Beyoncé. Tive que imitar as mesmas linhas vocais, ouvindo e cantando. É bem trabalhoso", disse ao portal.

Os ingressos para a nova versão de O Rei Leão, que estreia no dia 18 de julho, já podem ser comprados nas principais redes de cinema do Brasil.

Outros atores no elenco original são nomes como Chiwetel Ejiofor (Scar), James Earl Jones (Mufasa) e Seth Rogen (Pumba).

Entre os dubladores brasileiros, estão: João Acaiabe (Rafiki), Graça Cunha (Sarabi), Robson Nunes (Kamari), João Vitor Mafra (Simba jovem), Carol Roberto (Nala jovem), Saulo Javan (Mufasa), Glauco Marques (Pumba), Ivan Parente (Timão), Rodrigo Miallaret (Scar), Marcelo ‘Salsicha’ Caodaglio (Zazu), Carol Crespo (Shenzi) e Thiago Fagundes (Azizi).

Veja o trailer do novo O Rei Leão:

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.