Jordan Strauss/Invision/AP
Jordan Strauss/Invision/AP

O que você precisa saber sobre o Oscar 2019 antes da cerimônia de entrega do prêmio

A cerimônia de entrega do Oscar 2019 será realizada em Los Angeles na noite deste domingo, 24, e será transmitida pela televisão e internet; veja 9 curiosidades sobre a 91.ª edição do Oscar

Alicia García de Francisco, O Estado de S. Paulo

24 de fevereiro de 2019 | 17h05

A 91.ª edição do Oscar, que será realizada no domingo, em Los Angeles, foi precedida por algumas polêmicas, como o fato de que não haverá um apresentador e a eliminação do anunciado prêmio de melhor filme popular.

Confira nove curiosidades que você precisa saber antes de assistir ao Oscar

1. Pela primeira vez em 30 anos a festa não terá um mestre de cerimônias. O comediante Kevin Hart, um dos mais populares dos Estados Unidos, foi o escolhido, mas antigas mensagens com conteúdo homofóbico na conta dele no Twitter o obrigaram a desistir.

2. Como contrapartida, a Academia de Hollywood não para de anunciar grandes nomes para anunciar os premiados de cada categoria: Charlize Theron, Javier Bardem, Angela Bassett, Chadwick Boseman, Emilia Clarke, James McAvoy, Melissa McCarthy, Jason Momoa, Daniel Craig, Chris Evans, Tina Fey, Whoopi Goldberg, Brie Larson, Jennifer López e Amy Poehler são alguns.

3. A uma semana da cerimônia, a Academia de Hollywood voltou atrás em uma das ideias mais polêmicas que tinha decidido aplicar: anunciar os prêmios de fotografia, montagem, curta-metragem e maquiagem durante os intervalos comerciais, o que gerou críticas de personalidades como Martin Scorsese, Guillermo del Toro, Alejandro González Iñárritu, Quentin Tarantino, George Clooney, Brad Pitt, Damien Chazelle e Spike Lee.

4. Roma pode bater vários recordes, como o de ser o primeiro longa não falado em inglês a conquistar o prêmio de melhor filme. E pode ser a primeira produção mexicana a ganhar a estatueta de melhor filme estrangeiro.

5. Se Cuarón levar o prêmio de melhor direção, será o segundo para ele e o quinto em seis anos para cineastas mexicanos: em 2014, ele próprio faturou por Gravidade; em 2015 foi a vez de Iñárritu, por Birdman; em 2016, Iñárritu ganhou novamente, por O Regresso; e em 2018, Guillermo del Toro levou o prêmio por A Forma da Água.

6. A categoria de melhor direção, aliás, será a mais internacional deste ano, com três cineastas estrangeiros indicados: Cuarón, o grego Yorgos Lanthimos, por A Favorita" - filme que se iguala a Roma com dez indicações -, e o polonês Pawel Pawlikowsky, por Guerra Fria. Os donos da casa estarão representados por Spike Lee - sua primeira indicação, embora pareça mentira -, por Infiltrado na Klan, e Adam McKay, por Vice.

7. Também nesta edição, o filme com maior sucesso de bilheteira entre os participantes, Pantera Negra, deve levar apenas prêmios menores, após perder sua oportunidade de brilhar mais quando a Academia decidiu, após tê-lo anunciado, eliminar o Oscar de melhor filme popular.

8. Um dos momentos mais esperados será o de ver a sempre extravagante Lady Gaga subir ao palco para receber o prêmio de melhor canção por Shallow, de Nasce Uma Estrela, filme que protagoniza - e pelo qual está indicada como melhor atriz, mas com poucas chances de ganhá-lo. No entanto, Kendrick Lamar, por All the Stars (Pantera Negra), tem chances de aparecer como azarão na categoria.

9. Nesta edição, os premiados terão até 90 segundos - a partir do momento em que são mencionados - para fazer o discurso de agradecimento. O que a Academia não esclareceu é se cortará o áudio dos microfones ou se os mais rápidos serão presentados, por exemplo, com uma televisão, como aconteceu recentemente no Goya, maior premiação do cinema espanhol.

Tudo o que sabemos sobre:
Oscar [prêmio de cinema]cinema

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.