"O Pianista" é o grande vencedor do César

Roman Polanski pode ser hostilizado nos Estados Unidos, onde será preso se for assistir a cerimônia de entrega do Oscar, em março, por uma acusação de estupro em 1977. Mas os europeus reservam ao diretor polonês uma estima toda especial. É o que prova o resultado da 28ª edição do César, o equivalente do Oscar na França. O Pianista, produção mais recente de Polanski, ficou com sete prêmios: melhor filme, diretor, ator (Adrien Brody), fotografia, música, cenário e melhor som. Além de ter conquistado a Palma de Ouro do último Festival de Cannes, O Pianista recebeu sete indicações ao Oscar deste ano. A cerimônia do César aconteceu na noite deste sábado em Paris.Outro grande vencedor do César de 2003 foi Pedro Almodóvar. O já exaustivamente laureado cineasta esapanhol pôs mais um prêmio na carreira de Fale Com Ela, seu último filme, que ganhou o César de melhor filme da União Européia. A categoria foi criada este ano. Fale Com Ela é candidato ao Oscar de melhor roteiro original, e também rendeu ao cineasta uma indicação para o Oscar de melhor diretor. Outros nomes do cinema não europeu foram homenageados em Paris neste sábado. A atriz Meryl Streep e o diretor Spike Lee receberam, cada um, um César honorário, pelo conjunto de sua obra no cinema. Meryl Streep contnua em alta, aos 53 anos de idade. Ela se tornou, há dias, a atriz do cinema mundial mais vezes indicada ao Oscar, com treze indicações. Venceu em duas ocasiões, por Kramer Versus Kramer de A Escolha de Sofia. Este ano ela concorrerá como atriz coadjuvante por Adaptação. Entre os outros prêmios principais da noite do César, Isabelle Carré ficou com o prêmio de melhor atriz por sua performance em Se Souvenir des Belles Choses. Karin Viard foi escolhida melhor atriz coadjuvante por Embrassez Qui Vous Voudrez. Bernard Le Coq foi eleito o melhor ator coadjuvante por Se Souvenir des Belles Choses. Na categoria melhor filme estrangeiro venceu o americano Michael Moore, com Tiros em Columbine. Veja abaixo a lista completa dos premiados do 28º César.Melhor filme - O Pianista Melhor diretor - Roman Polanski, por O Pianista Melhor atriz - Isabelle Carré, por Se souvenir des belles chosesMelhor ator - Adrien Brody, por O Pianista Melhor atriz coadjuvante - Karin Viard, por Embrassez Qui Vous Voudrez Melhor ator coadjuvante - Bernard Le Coq, por Se Souvenir des Belles Choses Melhor revelação feminina - Cécile de France, por L´auberge Espagnole Melhor revelação masculina - Jean-Paul Rouve, por Monsieur Batignole Melhor filme estrangeiro - Tiros em Columbine, de Michael Moore Melhor filme da União Européia - Fale com Ela, de Pedro Almodóvar Melhor roteiro - Amém, de Costa-Gavras e Jean-Claude Grumberg Filme de diretor estreante - Se Souvenir des Belles Choses Melhor fotografia - Pawel Edelman, por O Pianista Melhor música - Wojcieh Kilar, de O Pianista Melhor cenário - Allan Starski, por O Pianista Melhor figurino - Philippe Guillotel, Tanino Liberatore e Florence Sadaune, por Astérix et Obélix: Mission Cléopâtre Melhor edição - Nicolas Philibert, por Etre et AvoirMelhor som - Jean-Marie Blondel, Gérard Hardy e Dan Humphreeys, por O Pianista Melhor curta-metragem - Peau de Vache, de Gérard Hustache-Mahieu

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.