Divulgação
Divulgação

'O Hobbit' já custou US$561 milhões

Valor foi divulgado pelo governo da Nova Zelândia, local das filmagens dos filmes

04 de outubro de 2013 | 16h34

Fazer a trilogia de O Hobbit já custou mais de 500 milhões de dólares até agora, o dobro do valor usado para fazer os três filmes de O Senhor dos Anéis. A crifa inclui os 266 de filmagem que os atores completaram ano passado, embora não conte com o total do valor utilizado em pós-produção.

O único filme da trilogia que já estreou, O Hobbit: Uma Jornada Inesperada, arrecadou mais de US$1 bilhão em bilheteria. O valor de produção foi apresentado na internet pelo Escritório de Comércio do Ministério de Comércio, Inovação e Emprego da Nova Zelândia, onde os filmes estão sendo filmados. Os estúdios de Hollywood raramente divulgam custos exatos de produção.

Para fazer a trilogia, a Warner Bros. criou uma empresa neozelandesa chamada 3 foot 7 Ltd.

O diretor Peter Jackson, que também filmou a trilogia de O Senhor dos Anéis, resolveu montar O Hobbit em 3D e em 48 quadros por segundo, ao invés dos 24 quadros por segundo usados tradicionalmente em Hollywood. A técnica, usada para dar ao público melhor qualidade de imagem, aumentou os custos também.

O segundo filme da trilogia, inspirada no romance homônimo de J. R. R. Tolkien, O Hobbit: A desolação de Smaug vai estrear em dezembro de 2013.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.