O filme mais visto em todo mundo é "Jesus"

Nem Titanic, nem E.T., nem qualquer aventura dos quadrinhos. O filme mais visto em todo o mundo chama-se Jesus, estrelado por um obscuro Brian Deacon, ator de teatro inglês, e dirigido por um certo John Krish. Rodado na Terra Santa, em 1979, o filme é pouco conhecido na Europa Ocidental, e mesmo nos Estados Unidos. Mas conta com 800 versões nos mais variados idiomas e mais de 15 mil cópias em película, que lhe renderam uma audiência superior a 2 bilhões de pessoas - um terço do planeta, aproximadamente.Como pode? É que o filme Jesus é parte de um plano megalomaníaco de evangelização de uma seita americana. A audaciosa meta da Campus Crusade é traduzi-lo para 7 mil línguas, dando conta também das variações geográficas. Há duas versões em português, uma para brasileiros, outra para portugueses, e nove versões em quíchua, que distinguem até o norte do sul da Bolívia.Por ora, contudo, eles investem em levar Jesus Film ao Iraque ocupado. A polêmica campanha ganhou o site da seita. Um anúncio no alto da página convida o internauta a "mandar videocassetes ao Iraque". Ao clicar, informam-se opções de doação que vão de dezenas a milhares de dólares. Optando pela sugestão mais cara (US$ 4.365), o internauta poderá bancar uma equipe completa no Iraque. As informações são do site da BBC. Para ler o noticiário da BBC, que é parceira do estadao.com.br, clique aqui.

Agencia Estado,

21 de julho de 2003 | 16h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.