20th Century Fox/ Divulgação
20th Century Fox/ Divulgação

'O Exterminador do Futuro' e outras estreias de cinema da semana com crítica do 'Estado'

Lista comentada traz entre os destaques os filmes 'A Família Addams', ‘Papicha’ e ‘A Odisseia dos Tontos’

Luiz Carlos Merten, O Estado de S.Paulo

30 de outubro de 2019 | 11h38

Fim de Mostra e o circuito se normaliza. Entre as estreias desta quinta, 31, as melhores são Papicha, indicado pela Argélia para concorrer ao Oscar de melhor filme internacional, e o argentino A Odisseia dos Tontos, nova parceria de Ricardo Darín com o diretor de Conto Chinês, Sebastián Borensztein. E Lília Cabral traz para a tela seu megassucesso do teatro: Maria do Caritó tem graças. 

Amor em Jogo

Na comédia do israelense Shay Kanot, Gal Gadot dá um tempo na Mulher Maravilha – e ela virá em dezembro a São Paulo, na CCXP, e co-estrela a história do jogador de futebol Ami Shushan. Na conservadora cidade de Jerusalém, ele infringe determinada regra e é forçado a se passar por gay. Rejeitado pela torcida e pela namorada, vira ídolo da comunidade LGBT no país. A questão de gênero é um tema dos mais atuais. Aqui, é tratada com humor.

A Cidade dos Piratas

Na nova animação de Otto Guerra, um diretor entra em crise quando a autora do projeto começa a rejeitar seus personagens. Um pouco foi o que ocorreu com Laerte, quando virou a Laerte. Como seguir adiante com o filme? Incorporando a Laerte e sua ambivalência em relação aos 'Piratas'. Em bom gauchês, Otto consegue muitas vezes ser grosso, barbaridade, mas suas animações para adultos são referências no Brasil e até no exterior.

O Exterminador do Futuro – Destino Sombrio

No sexto filme da série iniciada por James Cameron nos anos 1980, o foco volta à personagem de Sarah Connor, interpretada por Linda Hamilton. O empoderamento feminino, mas ela ganha ajuda de Arnold Schwarzenegger (quem mais?) matador implacável, feito de metal líquido – Gabriel Luna – que vem do futuro para acabar com a resistência humana às máquinas. Tim Miller, de Deadpool, dirige e o trailer é espetacular. Deixa a gente babando de vontade de assistir.

A Família Addams

Conrad Vernoin dirige a versão animada das tiras que originaram os longas live action de Barry Sonnenfeld. Com as vozes de Charlize Theron, Oscar Isaac e Chlöe Grace Moritz.

Intruso

O diretor Paulo Fontenelle usa palavras como 'tensão' e 'claustrofobia' para definir seu filme (thriller?) sobre família numa casa com um estranho. Eriberto Leão chega e a vida de todo o mundo começa a mudar. Por que?

Maria do Caritó

Aos 62 anos, tem gente que acha que Lília Cabral não consegue mais interpretar uma personagem de 50. Mas ela fez a peça de Newton Moreno durante anos e é difícil imaginar alguém mais na pele da solteirona que reza ao santo por um marido, para poder abandonar a cidade e seu destino de noiva prometida. A chegada do circo lhe abre possibilidades. João Paulo Jabour é o diretor e o elenco traz Kelzy Ecard, Leopoldo Pacheco, Juliana Carneiro da Cunha e Gustavo Vaz, todos ótimos.

A Odisseia dos Tontos

Sucesso de público na Argentina, o longa de Sebastián Borensztein coloca Ricardo Darín à frente de um grande elenco, que inclui o filho dele, Chino Darín, e Luis Brandoni, um mito da representação no país vizinho. Borensztein e Darín foram parceiros em Conto Chinês e Kóblic. Contam agora a história de grupo que reage quando suas economias são bloqueadas no banco, no episódio chamado de 'corralito'. Grande diversão, uma comédia deliciosa, na tradição italiana de Mario Monicelli e outros mestres.

Papicha

O concorrente da Argélia a uma vaga no Oscar. Belo filme de Mounia Meddour, transforma um desfile de moda em janela para refletir sobre o papel da mulher na sociedade e o perigo representado pelo fundamentalismo religioso. Lyna Khoudri faz a protagonista e é ótima como Nedjma, a estudante que organiza o tal desfile e desafia normas instituídas sobre o corpo da mulher e sua presença no espaço público.

Rogéria – Senhor Astolfo Barroso Pinto

Depois do belíssimo documentário de Leandra Leal, Divinas Divas, outro tributo à arte de Rogéria. A chamada travesti da família brasileira. Quem era, realmente, essa figura mítica do show biz? Pedro Gui é o diretor que tenta nos dizer mais coisas sobre ela.

Segredos Oficiais

Keira knightley vira inimiga pública número 1 e é denunciada como espiã ao revelar as mentiras do governo britânico no thriller de Gavin Hood. Todos os elogios do mundo para a atriz.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.