"O Dia Depois de Amanhã" é acusado de plágio

Um professor da Harvard entrou com uma ação na Justiça alemã alegando que o filme O Dia depois de Amanhã é plágio de um livro seu. Ubaldo DiBenedetto, de 77 anos, alega que a trama rodada pelo alemão Roland Emmerich foi tirada do romance de 1993 Polar Day 9, que publicou sob o pseudônimo de Kyle Donner. Só nos Estados Unidos, o filme já arrecadou mais de US$ 150 milhões.DiBenedetto alega ter apresentado o livro a um colega do cineasta em 1998, como proposta de roteiro, que foi recusada. Conforme o professor, livro e filme têm personagens e cenas em comum, como as pesquisas no Ártico e a fuga de americanos para o México. Ele quer que a subsidiária alemã da Fox deixe claro nos cartazes que o filme foi baseado em Polar Day 9. Em audiência, hoje, a juíza Margaret Reske reconheceu as similaridades, mas não plágio. A decisão final, contudo, só sai em 7 de julho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.