Novos filmes italianos, no CCSP e no Cinemark Iguatemi

Presença assídua nas salas brasileiras, nos anos 50 e 60,o cinema italiano encolheu tanto sua participação no mercado doPaís que hoje virou raridade. Por isso mesmo, parece falta deplanejamento a realização simultânea de dois grandes eventosdestinados a atualizar o cinéfilo paulistano com as novastendências do cinema da terra de Luchino Visconti e FedericoFellini. A Embaixada da Itália e a Câmara Ítalo-Brasilera deIndústria e Comercio precisam acertar seus ponteiros, sob penade virem a anular iniciativas importantes como o Veneza CinemaItaliano 2 e o Cinema Contemporâneo Italiano. Em parceria com a Prefeitura de São Paulo e a Bienal deVeneza (e com patrocínio da Tim), a embaixada traz à cidade osfilmes que integraram a seleção italiana no recente Festival deVeneza. O bom é que você pode ver os filmes de graça, tendoapenas de retirar, uma hora antes, o ingresso na Sala LimaBarreto, do Centro Cultural São Paulo. No segundo, no CinemarkIguatemi, o preço é o normal do ingresso de shopping. Asimultaneidade das duas iniciativas só é acidental na aparência.Há um conceito que o adido cultural da embaixada, Pietro SferraCarini, define como ?ação de sistema?. Uma contempla o cinema deautor; a outra, a produção mais comercial (mas nem por issodestituída de valor artístico). Juntas, compõem um quadroabrangente. O problema é que se chocam e obrigam o próprioespectador a fazer, a todo momento, a escolha de Sofia. Alguns títulos se impõem, de sábado a domingo, nos doiseventos. Domingo, às 20h30, no CCSP, passa o novo filme deVittorio De Seta, autor do excepcional Banditi a Orgosolo,Lettere dal Sahara será precedido, às 18h30, por Nuovomondo(Novo Mundo), de Emanuele Crialese, que concorre com Cinema,Aspirinas e Urubus, de Marcelo Gomes, à indicação para uma vagano Oscar. No Iguatemi, passa sábado, às 19h30 e 21h30, RomanzoCriminale, de Michele Placido, que foi recebido a pedradas noFestival de Berlim, mas ganhou vários prêmios Nastro D?Argento eDavid di Donatello.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.