Novo 'Madagascar' estreia em Cannes com piadas sobre Europa

A piada é sobre a Europa, em especial a França, na terceira parte de animação de aventura "Madagascar", que teve sua estreia mundial nesta sexta-feira no Festival de Cannes, trazendo grandes nomes da comédia para o tapete vermelho.

MIKE COLLETT-WHITE, REUTERS

18 de maio de 2012 | 13h28

"Madagascar 3: Os Procurados", da DreamWorks Animation, é o primeiro filme da franquia em 3D, e chefes do estúdio esperam que ele repita o sucesso de bilheteria dos seus anteriores.

Uma estreia no Festival de Cannes, onde centenas de veículos de comunicação vão a cada ano, pode ser uma plataforma de lançamento ideal, especialmente porque os críticos notoriamente exigentes tendem a enfraquecer o lápis para os filmes animados.

"Este festival celebra todos os tipos de filme... Nosso filme é sobre viajar pela Europa e qual é o melhor lugar que poderíamos lançar um filme assim do que em Cannes?", disse Tom McGrath, um dos três diretores que trabalharam no filme.

Em "Madagascar 3", os personagens centrais --Alex, Marty, Melman e Gloria-- deixam a África em busca de seus amigos pinguins que voaram para a Europa para gastar seu ouro e pedras preciosas no cassino em Monte Carlo.

No caminho, via Roma e Londres, estereótipos europeus são exagerados, incluindo a reputação da França de ser um país onde as pessoas trabalham poucas horas e seu ícone cultural Edith Piaf, cuja famosa canção "Non, je ne regrette rien" é gloriosamente parodiada.

Quando Vitaly, um tigre russo mal-humorado, não concorda com Alex, ele rebate "Isso é bolchevique", fazendo com que um pinguim norte-americano acrescente: "Nunca pensei que diria isso... mas o russo está certo."

Ben Stiller retorna como a voz do leão de bom coração Alex, Chris Rock reprisa seu papel como a incontível zebra Marty e David Schwimmer e Jada Pinkett Smith estão de volta como Melman e Gloria, respectivamente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.