Novo filme de Roberto Benigni é premiado na Itália

O último filme do diretor italiano Roberto Benigni, La Tigre e La Neve (O Tigre e a Neve) receberá, esta noite, em Roma, três prêmios Nastro d´Argento, tradicional premiação do cinema italiano feita pelo Sindicato Nacional dos Jornalistas. O grande premiado da festa é o filme Romanzo Criminale, vencedor de melhor direção para Michele Placido, melhor ator principal, montagem e produção.Cerca de 30 filmes foram apresentados nas indicações para 2006, escolhidas por jornalistas italianos especializados a partir de uma lista de 80 candidaturas. A entrega dos prêmios ocorrerá hoje à noite, em Roma.Este ano também foram aceitos, pela primeira vez na seleção, os nove documentários italianos apresentados. Para as candidaturas foram consideradas as participações italianas em 23 filmes estrangeiros.Ambientado na cidade de Bagdá, o último filme do diretor do premiado A Vida é Bela, que estreou em outubro na Itália, receberá os prêmios de melhor roteiro, música e fotografia.Entre os outros filmes premiados está o representante da Itália na disputa pelo Oscar de melhor filme estrangeiro, La Bestia Nel Cuore (O Monstro No Coração), de Cristina Comencini, que receberá os prêmios de melhor atriz coadjuvante para Angela Finocchiaro e melhor fotografia para Fabio Cianchetti.O filme de Pupi Avati, La Seconda Notte di Nozze, receberá o prêmio de melhor atriz pela atuação de Katia Ricciarelli e figurino para Francesco Crivellini.O polêmico documentário Viva Zapatero!, de Sabina Guzzanti, receberá o Nastro para melhor documentário.Clint Eastwood foi escolhido o melhor diretor de filme estrangeiro do ano por Menina de Ouro, enquanto O Mercador de Veneza, de Michael Radford, venceu a melhor cenografia. As melhores dublagens foram de Adalberto Maria Merli para a voz de Clint Eastwood em Menina de Ouro e Alessandra Korompay pela voz de Juliette Binoche em Cache de Michael Haneke.Entre os prêmios especiais, foi divulgada a entrega do Nastro de honra da 60ª edição para a atriz mais amada pelo público e pelo cinema de autor europeu, a italiana Stefania Sandrelli. Ela atuou no filme do diretor português Manoel de Oliveira, Um Filme Falado.

Agencia Estado,

07 de fevereiro de 2006 | 17h58

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.