Rubim Produções
Rubim Produções

Novo filme de Bárbara Paz é selecionado para mostra do Festival de Veneza

O curta 'Ato', com Alessandra Maestrini, vai participar da mostra Orizzonti Short Films; Confira a lista de filmes em competição no 78º Festival de Veneza

Redação, O Estado de S.Paulo

26 de julho de 2021 | 07h50

O 78º Festival de Veneza, que acontece entre os dias 1º e 11 de setembro, anunciou nesta segunda, 26, seu júri oficial, que será presidido pelo sul-coreano Bong Joon Ho, diretor de Parasita. Foram divulgados também os participantes da mostra Orizzonti para curtas metragens, na qual figura o filme Ato, de Bárbara Paz.

A atriz e cineasta, que conquistou o Leão de Melhor Documentário na edição de 2019, com Babenco - Alguém Tem Que Ouvir o Coração e Dizer: Parou, participa agora com um trabalho estrelado por Alessandra Maestrini e Eduardo Moreira. Eles vivem o casal Ava e Dante: enquanto ele se encontra em um processo de travessia, ela é uma profissional do afeto.


“Em um mundo onde a solidão foi a maior protagonista, com palcos vazios e o medo constante da morte, o afeto é o Ato, a fuga, o desejo fundamental da sobrevivência”, comenta Bárbara, em comunicado divulgado por sua assessoria.

Entre os filmes que vão disputar o principal prêmio, o Leão de Ouro, estão Spencer, do chileno Pablo Larrain, sobre a Lady Di, Sundown, do mexicano Michel Franco, La Caja, do venezuelano Lorenzo Vigas, Competência Oficial, dos argentinos Gastón Duprat e Mariano Cohn, La Gran Belleza, do italiano Paolo Sorrentino, The Card

Counter, do americano Paul Schrader, e The Lost Daughter, da também americana Maggie Gyllenhaal.

O festival será aberto com o novo longa do espanhol Pedro Almodóvar, Madres Paralelas.

O júri da competição oficial é completado pelo diretor italiano Savério Costanzo, a atriz belgo-francesa Virginie Efira, as também atrizes Cynthia Erivo (Grã-Bretanha) e Sarah Gadon (Canadá), o cineasta romeno Alexancer Nanau e a chinesa Chloé Zhao, diretora do premiado Nomadland.

 

 

Lista dos filmes em competição no 78º Festival de Veneza

A seguir, a lista dos filmes que competem pelo Leão de Ouro e na Mostra Horizontes da 78ª edição do Festival de Veneza, a ser realizado de 1 a 11 de setembro.


Competição Oficial:

  • Madres paralelas, do espanhol Pedro Almodóvar
  • Mona Lisa and the Blood Moon, da americana Ana Lily Amirpour.
  • Un Autre Monde, do francês Stéphane Brizé.
  • The Power of the Dog, da neozelandesa Jane Campion.
  • America Latina, dos italianos Fabio e Damiano D'Innocenzo.
  • L'événement, da francesa Audrey Diwan.
  • Competencia Oficial, dos argentinos Gastón Duprat e Mariano Cohn.
  • Il Buco, do italiano Michelangelo Frammartino.
  • Sundown, do mexicano Michel Franco.
  • Illusions Perdues, do francês Xavier Giannoli.
  • The Lost Daughter, da americana Maggie Gyllenhaal.
  • Spencer, do chileno Pablo Larraín.
  • Freaks Out, do italiano Gabriele Mainetti.
  • Qui rido io, do italiano Mario Martone.
  • On the Job: The Missing 8, do filipino Erik Matti.
  • Leave no Traces, do polonês Jan P. Matuszy?ski.
  • Captain Volkonogov Escaped, dos russos Natasha Merkulova e Aleksey Chupov
  • The Card Counter, do americano Paul Schrader.
  • É stata la mano di Dio, do italiano Paolo Sorrentino.
  • Reflection, do ucraniano Valentyn Vasyanovych.
  • La Caja, do venezuelano Lorenzo Vigas.

Mostra Horizontes

 

  • Atlantide, do italiano Yuri Ancarani.
  • Miracol, do romeno Bogdan George Apetri.
  • Piligrimai, do lituano Laurynas Bareisa.
  • Il Paradiso del Pavone, da italiana Laura Bispuri.
  • The Falls, do taiwanês Mong-hong Chung.
  • El hoyo en la cerca, do mexicano Joaquín Alejandro del Paso.
  • Amira, do egípcio Mohamed Diab.
  • À plein temps, do franco-canadense Eric Gravel.
  • 107 Mothers, do eslovaco Peter Kerekes.
  • Vera Dreams of the Sea, da kosovar Kaltrina Krasniqi.
  • Les promeses, do francês Thomas Kruithof.
  • White Building, do cambojano Javich Neang.
  • Anatomy of Time, do tailandês Jakrawal Nilthamrong.
  • El otro Tom do uruguaio Rodrigo Plá.
  • El Gran Movimiento, do boliviano Kiro Russo.
  • Once upon a Time in Calcutta, do indiano Aditya Vikram Sengupta.
  • Rhino, do ucraniano Oleh Sentsov.
  • True Things, da britânica Harry Wootliff.
  • Inu-oh, do japonês Masaaki Yuasa.

Com informações da AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.