Nos cinemas, Nanni Moretti e sua sátira ao mito Berlusconi

Como Pedro Almodóvar, com Volver, Nanni Moretti também chegou a Cannes, este ano, com pinta de campeão. As principais revistas francesas de cinema, Cahiers e Positif, saudavam Il Caimano como obra-prima e diziam que o diretor poderia ganhar sua segunda Palma de Ouro (após a de O Quarto do Filho). Pior até do que Almodóvar, que recebeu os prêmios de roteiro e melhor interpretação feminina, dividido entre as atrizes de seu filme, Moretti não recebeu nada. Aliás, recebeu algumas vaias na cena da separação do casal, cuja trilha, considerada apelativa, é Blower´s Daughter, de Damien Rice, que Mike Nichols já usou em Perto demais.Blower´s Daughter, que teve uma versão no Brasil com Ana Carolina e Seu Jorge, fica até melhor no filme de Moretti, mas este é um ponto a ser discutido. Il Caimano estréia nesta sexta-feira com o título de O Crocodilo. Moretti, opositor feroz de Sílvio Berlusconi, quis fazer uma sátira ao todo-poderoso político e megaempresário de comunicação da Itália. Berlusconi é o tipo do sujeito fácil de satirizar e até transformar em caricatura, por seu autoritarismo e falta de ética. A caricatura poderia favorecê-lo, deixando-o simpático. Moretti mudou o eixo e fez um filme sobre um diretor que quer fazer um filme sobre Berlusconi. Sílvio Orlandi é o diretor de filmes B cuja vida afetiva e a carreira estão em frangalhos. Por meio dele, a sátira a Berlusconi vira crítica aos próprios intelectuais italianos perante o mito. O filme cresce com isso. O Crocodilo (Il Caimano, 112 min.) - Drama. Dir. NanniMoretti. 14 anos. Cine Bombril 1 - 14h30, 17, 19h30, 21h (5.ª não haverá 21 h). Espaço Unibanco 3 - 14h10, 16h40, 19h10, 21h40. Morumbi 1 - 13h20, 15h30, 17h40, 19h50, 22 (sáb. também 0 h; sáb. e dom. não haverá 17h40). Cotação: Bom

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.