Norah Jones imprime toque musical a filme de diretor chinês

A cantora Norah Jones -- premiada como Grammy -- disse que uma abordagem de improvisação e o elencocoadjuvante forte a ajudaram a superar o nervosismo em seuprimeiro trabalho como atriz, em "Um Beijo Roubado" ("MyBlueberry Nights"), do diretor Wong Kar Wai. "Um Beijo Roubado" estreou no festival de cinema de Cannesno ano passado e tem pré-estréia em São Paulo e no Rio dejaneiro nesta sexta-feira e no sábado. Nos EUA, chega aoscinemas este mês, tendo recebido mais atenção do que NorahJones esperava quando concordou em atuar num "pequeno filmeindependente". O diretor, de Hong Kong, recorreu tanto ao improviso quantoao roteiro em sua história profundamente visual sobre amorperdido e encontrado, filmada nos EUA. Foi seu primeirotrabalho em inglês. "Ele é um diretor muito musical, que trabalha com base naintuição, no instinto", disse Norah Jones em entrevista àReuters. Filha do compositor e tocador de cítara indiano RaviShankar, Jones ficou famosa já com seu álbum de estréia, "ComeAway With Me", que ganhou o Grammy de melhor álbum do ano em2003. No filme, ela é Elizabeth, que, depois de flagrar seunamorado traindo-a com outra mulher, parte numa viagem em queprocura entrar em contato com sua alma. Atraído por sua aparência e sua voz, Wong a convidou paratrabalhar no filme sem tê-la conhecido pessoalmente, e apesarde sua ausência total de experiência como atriz. "Gostei do estilo dele de dirigir", disse Jones. "Mepareceu a oportunidade certa de tentar [fazer cinema] com apessoa certa." Ela foi a primeira escolhida para atuar no filme e sesentiu insegura quando foi informada dos outros integrantes doelenco, que inclui Jude Law, Natalie Portman e Rachel Weisz.Mas a experiência deles a ajudou a sentir-se à vontade. "É como tocar com uma banda ótima", disse ela. "Eles sófazem você parecer melhor." Norah Jones disse que não tem pressa, mas está aberta àidéia de voltar a atuar. "Seria divertido fazê-lo de maneira mais tradicional, commais preparo anterior. Eu adoraria ver até que ponto eu poderiaser atriz, se seria boa nisso ou não", declarou a cantora.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.