No Telecine Cult, filme com Ken Russell e Kathleen Turner

Pouca gente fala, hoje em dia, e muitos até já se esqueceram de Ken Russell, mas nos anos 70 e início dos 80 ele era conhecido como o enfant terrible do cinema inglês, reputação que alcançou graças a filmes como Mulheres Apaixonadas, Os Demônios e às suas biografias de compositores clássicos - Delírio de Amor (sobre Tchaikovsky), Mahler - Uma Paixão Violenta e Lisztomania, para não falar da ópera-rock Tommy. Um dos filmes mais expressivos do estilo retumbante de Russell passa nesta terça-feira, 10, às 23h50 no Telecine Cult. Crimes de Paixão é de 1984.Kathleen Turner segue a trilha da Bela da Tarde de Luís Buñuel e faz uma executiva frígida que, à noite, se transforma em prostituta e vira a insaciável China Blue. Na sua vida, ou cama, irrompe um pastor religioso fanático - e tão perigoso que é interpretado por Anthony Perkins, com toda a carga do psicótico Norman Bates acrescentada ao papel.Não é para todos os gostos, mas o cruzamento de Bela da Tarde com Psicose, o cult de Alfred Hitchcock, é intrigante e expõe o tema favorito de Russell. Em seus filmes, os personagens criam um mundo de sonhos que entra em choque com a realidade e, quase sempre, termina por destruí-los.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.