Aude Guerrucci/ Reuters
Aude Guerrucci/ Reuters

‘No Ritmo do Coração’ surpreende e leva prêmio principal do SAG Awards

Jessica Chastain, Will Smith, Ariana DeBose e Troy Kotsur também venceram e aumentaram suas chances no Oscar; veja lista de premiados

Mariane Morisawa, Especial para o Estadão

28 de fevereiro de 2022 | 09h03

Foi no espírito de “Estamos de volta!” que aconteceu a cerimônia do Screen Actors Guild (SAG Awards), o prêmio do Sindicato dos Atores americano. Sem máscaras, com certo distanciamento, mas todo o mundo presente no hangar em Santa Mônica. Tirando algumas ausências de gente que está filmando (e portanto em bolhas para evitar a covid-19) e algumas menções à guerra na Ucrânia, em geral foi uma festa de retorno ao normal. Até os vestidos pareciam mais glamourosos do que de anos anteriores. 

Lin-Manuel Miranda, Daveed Diggs e Leslie Odom Jr., companheiros de Hamilton, abriram a cerimônia, logo depois de atores como Javier Bardem, Elle Fanning e Nicholas Braun (o primo Greg de Succession) participarem do tradicional número falando sobre suas experiências como atores. Eles também entregaram o principal prêmio da noite, de elenco de cinema, para No Ritmo do Coração, de Siân Heder. Foi a primeira surpresa da noite. “Estou chocada”, disse Marlee Matlin, atriz do filme. “Vocês são todos nossos pares. Nós, atores surdos, caminhamos há muito tempo. Por 35 anos, vi os filmes de vocês. Nós, atores surdos, podemos trabalhar, como todos vocês.” A atriz terminou ensinando o sinal de “Eu amo vocês” para a plateia. 

O primeiro prêmio da noite foi para Troy Kotsur, por No Ritmo do Coração. “Tenho muito orgulho de ser parte do SAG. Sou de 2001, mas agora parece que faço parte da família”, disse o ator, com a ajuda de um tradutor, pois é surdo. Ele também agradeceu por terem acreditado em um elenco de pessoas surdas.

Ariana DeBose ganhou o troféu de atriz coadjuvante de cinema por West Side Story. “Levou muito tempo para me chamar de atriz porque minhas raízes são na dança”, disse DeBose. “Foram dez anos para eu chegar aqui. Eu vi tantos de vocês, vocês me inspiraram tanto, estou tão feliz, então obrigada.”

Entre as atrizes em papéis principais, a vencedora foi uma surpresa: Jessica Chastain por The Eyes of Tammy Faye. “Era um sonho interpretar Tammy Faye, ela abriu caminhos e protegeu muitas pessoas, especialmente LGBTQ”, disse a atriz. “Sempre quis ser atriz. Depois de anos estudando e fiquei anos conseguir trabalho, eu sei como é. Então eu digo para vocês seguirem acreditando porque estão a um papel de distância. Tenho orgulho de fazer parte desta família. Meu coração está com nossa família internacional lutando por sua segurança e liberdade.”

No caso dos atores, nenhuma surpresa: Will Smith levou por King Richard: Criando Campeãs. “Este foi um dos maiores momentos da minha vida, ter meu nome chamado ao lado de Venus Williams”, disse o ator, que interpreta o pai da tenista e de Serena Williams. 

Em televisão, Ted Lasso levou o prêmio de elenco de série cômica. Como esperado, Jason Sudeikis venceu na categoria ator de série cômica por Ted Lasso. Também não houve surpresa na premiação de Jean Smart, aplaudida de pé, como melhor atriz de série cômica por Hacks. “Eu amo atores, ninguém nos entende. Mas, falando sério, o que fazemos é importante. Somos os contadores de histórias do tempo das cavernas”, disse a atriz. 

O melhor ator de série dramática foi uma surpresa: o sul-coreano Lee Jung-Jae por Round 6, que concorria com três atores de Succession (Jeremy Strong, Brian Cox e Kieran Culkin) e Billy Crudup por The Morning Show. “É enorme que tenha acontecido comigo”, disse. “Agradeço ao sindicato e à audiência global que apoiou tanto a série.” 

Na categoria melhor atriz de série dramática, também outra surpresa, com Jung Ho-yeon levando por Round 6 em cima de Jennifer Aniston e Reese Witherspoon por The Morning Show, Sarah Snook por Succession e Elisabeth Moss por O Conto da Aia. Emocionada, sem esconder as lágrimas, ela agradeceu o resto do elenco e a inspiração que tantas pessoas naquele salão tinham lhe dado. 

Mas, na hora de premiar o melhor elenco de série dramática, o troféu foi mesmo para Succession. “Obrigado a todos por tudo”, disse Brian Cox, depois de tirar sua máscara com o bordão de seu personagem, “Fuck off”. Cox também falou sobre a guerra na Ucrânia, mencionando que o presidente do país é um ator de comédia. Ele também falou sobre os artistas na Rússia que não podem falar sobre a guerra e falou que todos devem apoiá-los porque juntos podem fazer a diferença. Cox foi aplaudido de pé. 

Kate Winslet foi a melhor atriz de filme para televisão ou minissérie. Ela não estava presente. Já Michael Keaton foi o ganhador do troféu de ator em filme para televisão ou minissérie por Dopesick. “Sou extremamente grato”, disse Keaton. “Podemos discutir que esta noite é narcisista e que serve a interesses próprios. Mas eu sei que tenho muita sorte de fazer o que faço. Eu posso fazer parte de uma produção como Dopesick que pode fazer pensar, inspirar debate, promover debate. Quem tem um emprego assim? Há muita desigualdade no mundo. Há o que é justo e o que é injusto. Eu sinto que um monte de gente quer que eu me cale agora. E eu não vou fazer isso. Temos um colega, Zelinsky, que está lutando a luta justa”, disse, referindo-se ao presidente da Ucrânia. O ator se emocionou ao dedicar o prêmio a seu sobrinho e à sua irmã. 

Helen Mirren recebeu o prêmio pelo conjunto da carreira. “Qualquer coisa que tenha conseguido vem dos meus mantras: Nunca se atrase e não seja babaca”, disse a atriz. “Quero agradecer a vocês, atores, por sua esperteza, as risadas, a inteligência. Detesto quando falam mal de atores. Mas nós choramos, vomitamos e sofremos de diarreia juntos.”

Cinema 

Melhor elenco: No Ritmo do Coração

Melhor ator: Will Smith, King Richard: Criando Campeãs

Melhor atriz: Jessica Chastain, Os Olhos de Tammy Faye

Melhor ator coadjuvante: Troy Kotsur, No Ritmo do Coração

Melhor atriz coadjuvante: Ariana DeBose, Amor, Sublime Amor

Melhor elenco de dublês: 007 - Sem Tempo para Morrer

Televisão

Melhor elenco em série de drama: Succession

Melhor elenco em série de comédia: Ted Lasso

Melhor ator em série de drama: Lee Jung-jae, Round 6

Melhor atriz em série de drama: Jung Ho-yeon, Round 6

Melhor ator em série de comédia: Jason Sudeikis, Ted Lasso

Melhor atriz em série de comédia: Jean Smart, Hacks

Melhor ator em minissérie ou filme para TV: Michael Keaton, Dopesick

Melhor atriz em minissérie ou filme para TV: Kate Winslet, Mare of Easttown

Melhor elenco de dublês em séries de TV: Round 6

 

 

 

 

 

 

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
Jessica ChastainWill Smith

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.