Mauricio Santana
Mauricio Santana

No Brasil, Robert Rodriguez apresenta 'Alita', filme baseado em mangá; veja trailer

Planejado por James Cameron, filme foi dirigido por Rodriguez, que deu à protagonista olhos esbugalhados, comuns aos mangás

Pedro Rocha, ESPECIAL PARA O ESTADO

08 de dezembro de 2017 | 19h47

Inspirado no mangá japonês de mesmo nome, o cineasta James Cameron planeja, há mais de 10 anos, o filme Alita: Anjo de Combate. Ocupado com as continuações de Avatar, porém, ele passou o bastão para Robert Rodriguez, que está no Brasil para a Comic Con Experience, em São Paulo, que vai até domingo, 10.

A história é sobre uma jovem ciborgue descoberta num ferro velho. “Ela não é, mas se torna uma heroína”, diz Rodriguez, que trabalhou em tributo a Cameron, a quem ele chama carinhosamente de Jim – e faz questão de mencionar a cada comentário. “Quando vi o filme pronto, percebi que é mais de Cameron do que de Rodriguez.”

O primeiro vislumbre do longa está em seu trailer de estreia, divulgado nesta sexta-feira, 8, em virtude da passagem de Rodriguez pela CCXP. 

No rascunho original, Cameron quis dar à protagonista os olhos esbugalhados comuns aos mangás. “Ninguém nunca fez isso antes e isso é bem genial”, diz Rodriguez. A escolhida para o papel foi Rosa Salazar (Maze Runner: Prova de Fogo). “Na audição, ela fez Robert chorar”, revela o produtor Jon Landau. “Isso nunca acontece. Revi a fita e chorei novamente”, confessa Rodriguez. “Olhos são as janelas da alma, e estamos fazendo esses olhos gigantes de mangá. Rosa tem muito a nos mostrar nesse olhar.

++ Diretor revela planos de gravar sequência de novo 'X-Men' no Brasil

Para o cineasta, o enredo de Alita é universal, e por isso foi bem adaptado ao Ocidente. Landau, que torce por uma trilogia, gosta do fato de a história ainda não ser conhecida. “É uma coisa boa. Podemos apresentar algo, para o mundo cinematográfico, que parece original.”

Rodriguez, veterano responsável por clássicos do cinema mais recente, como Um Drink no Inferno (1996) e Planeta Terror (2007), ficou nervoso com o novo desafio. "Especialmente quando a história é tão boa, você não quer pisar na bola", afirma. "Os atores estão fantásticos, temos três vencedores do Oscar. Então foi preciso dar o melhor." Os atores a quem ele se refere são Jennifer Connelly, Christoph Waltz e Mahershala Ali. 

Acostumado com mulheres fortes em protagonismo nos seus filmes, Robert Rodriguez não titubeia para eleger a sua favorita, a mais poderosa de todas. "Carmen Cortez, e ela tem só 11 anos!", diz, animado, em relação ao infantil Pequenos Espiões (2001).

Alita tem estreia prevista para julho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.