Nicole Kidman e Sean Penn filmam na ONU

Nicole Kidman e Sean Penn protagonizam o primeiro filme rodado no interior do solene edifício das Nações Unidas pelas câmaras de Hollywood. Trata-se de The Interpreter, um forte drama dirigido por Sydney Pollack sobre uma empregada da organização mundial que escuta uma conversa que poderia custar-lhe a vida. Durante os próximos três mees e meio, os célebres artistas que já ganharam o Oscar por seus trabalhos no cinema - ele por Sobre Meninos e Lobos este ano, e ela, o ano passado por As Horas -, vão passar muitas noites e fins de semana no prédio da ONU, ao lado do não menos célebre cineasta, a fim de rodar o filme sem interromper as atividades diplomáticas internacionais da casa.Pollack assinou um contrato com a ONU que o autoriza a rodar o filme, disse o subsecretário-geral do órgão Shashi Tharoor, e acrescentou que o secretário-geral Kofi Annan decidiu permitir a filmagem porque a ONU faz parte da história e o roteiro "é fiel aos valores que representa esta organização".Pollack, que ganhou o Oscar de produção e direção por Nenhum Lugar na África, em 1985, admitiu que a maioria dos norte-americanos não sabe quais atividades diárias da ONU, "de modo que nos sentimos extremadamente entusiasmados de poder divulgar tudo isso".Porém Pollack ressaltou que The Interpreter é antes de tudo um filme de tensão e mistério e uma história de amor com perseguições em alta velocidade e personagens em perigo. A produção custará uns US$ 80 milhões, segundo Pollack, que espera levar o filme às salas de cinema em novembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.