Nicolas Cage processa ex-gerente por 'ruína financeira'

O ator Nicolas Cage entrou nesta sexta-feira com uma ação na justiça, exigindo do antigo administrador de seus negócios 20 milhões de dólares de indenização. Cage o acusa de negligência e fraude, e diz que por causa dele "desceu a ladeira da ruína financeira".

REUTERS

16 de outubro de 2009 | 17h58

O ator alega que seu administrador, que foi demitido recentemente, não pagou impostos devidos e colocou seu dinheiro em investimentos arriscados e especulativos no mercado imobiliário, "resultando em perdas catastróficas".

Em uma ação na Corte Superior de Los Angeles, divulgada primeiro pelo site de celebridades TMZ.com, Cage diz que se viu forçado a "vender grandes bens e investimentos, com enormes prejuízos" por causa das ações de seu consultor de negócios e contador nos últimos sete anos.

Cage, de 45 anos, é um dos atores mais prolíficos de Hollywood. Trabalhou em mais de 50 filmes e ganhou o Oscar de melhor ator pelo papel de um alcoólatra em "Despedida de Las Vegas".

(Reportagem de Jill Serjeant)

Tudo o que sabemos sobre:
FILMECAGE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.