Naomi Watts, a nova paixão de King Kong

A atriz australiana Naomi Watts será a nova paixão de King Kong em um remake do clássico dos anos 30, conforme a imprensa neozelandesa. O filme será dirigido por Peter Jackson, de O Senhor dos Anéis, que recém estreou na Nova Zelândia a última parte da trilogia, O Retorno do Rei. As filmagens do novo King Kong, milionária produção de US$ 200 milhões, deve começar em agosto, na capital Wellington.Jackson conta que o contrato ainda não foi assinado, mas está tudo praticamente acertado para que Naomi assuma o papel de Ann Darrow. "Ela ficou muito animada, foi ótimo", disse ao Dominion Post, sobre suas conversas com a atriz, que ficou famosa por atuações em Cidade dos Sonhos, de David Lynch, e O Chamado, de Gore Verbinski. O roteiro de King Kong deve ficar pronto até fevereiro.Naomi vai reviver o papel que pertenceu a Fay Wray, em 1933, e que lhe valeu o título de a primeira rainha do grito. A propósito, antes de escolher Naomi, Jackson já avisava que a atriz do filme teria de ser boa de garganta, prevendo muitos berros de Ann. Com direção de Merian C. Cooper e Ernest B. Schoedsack, a produção orginal contou a assustadora história de um primata gigante descoberto em uma remota ilha tropical. Kong era levado para Nova York como atração do showbiz e acabava se apaixonando por Ann, uma das integrantes da expedição.O filme será quase todo feito em estúdios de Wellington, mas a história vai se passar, como no original, em Nova York. Aliás, o primeiro filme tem sua cena mais emblemática justamente em um dos cartões-postais da cidade, o Empire State, construído apenas dois anos antes das filmagens. Do alto da torre, o gorila enfrentava a artilharia das forças americanas. No remake de 1976, o arranha-céu foi substituído pelo World Trade Center.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.