Aly Song/Reuters
Aly Song/Reuters

'Não é o meu Luke Skywalker', diz Mark Hamill ao comentar 'Os Últimos Jedi'

Segundo ele, personagem apresenta uma postura diferente da que foi mostrada na trilogia original da saga

EFE

22 Dezembro 2017 | 13h36

LOS ANGELES - O ator Mark Hamill não concordou totalmente com o roteiro de Star Wars: Os Últimos Jedi, no qual o personagem de Luke Skywalker apresenta, segundo ele, uma postura diferente da que foi mostrada na trilogia original da saga.

+++ 'Star Wars' é um escape em uma era 'obscura', diz Mark Hamill

"Não é o meu Luke Skywalker. Eu disse a Rian (Johnson, diretor do filme) que os Jedi não desistem. Mesmo que ele tivesse um problema, poderia demorar um ano para se recompor", afirmou o ator em entrevista de divulgação do filme.

+++ 'Um Jedi não desiste', garante Mark Hamill, astro de 'Star Wars'

De acordo com Hammil, embora o personagem não tenha agido como nos filmes anteriores, a mudança de comportamento precisou ocorrer para Johnson desenvolver a história da nova trilogia.

+++ 'Star Wars: Os Últimos Jedi' arrecada US$ 45 milhões na pré-estreia nos EUA

"Não é mais a minha história, é a história de outra pessoa e Rian precisava de mim dessa maneira para que o final fosse efetivo. Esta é a nova geração de Star Wars, então quase tive que pensar em Luke como se fosse outro personagem. Talvez seja Jake Skywalker", argumentou.

+++ Com direção de Rian Johnson, 'Star Wars - Os Últimos Jedi' chega às telonas

Apesar de tudo, o ator aceitou o novo personagem de Luke e preferiu diminuir a importância de suas palavras sobre Os Últimos Jedi.

"É só um filme e espero que as pessoas gostem. Espero que não se sintam decepcionados e realmente acho que Rian era o homem adequado para este trabalho", analisou. 

 

Mais conteúdo sobre:
Mark Hamill Star Wars cinema

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.