WARNER BROS.
WARNER BROS.

'Mulher-Maravilha 2' pode estrear em streaming sem passar pelos cinemas

Crise global causada pelo novo coronavírus afetou rotina dos cinemas e lançamentos programados

Redação, EFE

21 de março de 2020 | 21h45

A Warner Bros. vem considerando a ideia de deixar as telonas de lado e lançar Mulher-Maravilha 2 diretamente em streaming devido à crise global causada pelo novo coronavírus, que levou ao fechamento dos cinemas em boa parte do planeta.

O portal especializado The Wrap anunciou nesta sexta-feira que a possibilidade vem sendo analisada pelo estúdio, de acordo com fontes ligadas às discussões, que pediram anonimato.

Segundo elas, a ideia está sendo estudada pelo presidente da Warner Bros. Toby Emmerich, e pelos diretores mais seniores da empresa. A diretora do filme, Patty Jenkins, e o produtor executivo da obra, Charles Roven, não participaram dessas conversas.

The Wrap afirmou que a prioridade do estúdio é que a tão aguardada sequência da Mulher Maravilha, de 2017, possa ser vista a partir de 5 de junho.

Contudo, dada a incerteza causada pelo novo coronavírus, as fontes do portal declararam que a Warner Bros. pode recorrer à alternativa online. A ideia seria uma comercialização individual e não como parte do catálogo de uma plataforma.

Dessa forma, estaria excluída a possibilidade de que a obra aparecesse como opção na HBO Max, o novo serviço de streaming que a Warner planeja lançar em maio.

No entanto, a versão oficial do estúdio permanece sendo a de que Mulher-Maravilha 2, com Gal Gadot, Chris Pine e Kristen Wiig, será visto em cinemas, como garantido pelo presidente da empresa americana e canadense, Jeff Goldstein, ao The Wrap.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Mulher Maravilha

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.