MTV Music Awards: repeteco do Oscar

Musa dos cineastas Zhang Yimou e Ang Lee, a atriz chinesa Zhang Ziyi é novo exemplo da dominação global da cultura americana. Na tarde de sábado, a bela de Beijing era uma das mulheres mais exuberantes do MTV Movie Awards. Mostrou que sabe manusear uma espada no palco do Shrine Auditorium, centro de Los Angeles e, ainda saiu vencedora do prêmio de melhor cena de luta (ela contra o bar) pelo filme O Tigre e o Dragão. Em seu discurso de agradecimento, Zhang, de 21 anos, disse que está aprendendo inglês e que "I love you, Hollywood." Em sua décima edição, o MTV Movie Awards, prêmio votado pelo público jovem dessa emissora musical e, cujo troféu é em forma de balde de pipoca, fez um repeteco do Oscar em duas categorias: melhor filme,Gladiador, e atriz, Julia Roberts, por Erin Brockovich. Tom Cruise derrotou Russell Crowe e foi eleito o melhor ator do ano por Missão: Impossível 2. Ben Stiller, com Entrando Numa Fria, foi o melhor comediante. O evento de sábado foi dominado pelas mulheres. As Panteras venceu dois prêmios: melhor time de atores e seqüência de dança. Julia Stiles provou que é a jovem quente do momento. O trio das Destiny´s Child provocou os maiores gritos do público na passagem pelo carpete vermelho. Jennifer Lopez foi eleita a mais bem vestida no cinema (pelo filme A Cela). E Nicole Kidman anunciou, via Melbourne, Austrália, um número musical-baixaria: Christina Aguillera, Lil´ Kim, Mia e Pink cantaram a disco Pink Marmalade, faixa da trilha sonora do filme Moulin Rouge, vestidas com lingeries para fetichistas, dessas que figuram nas páginas e na megastore da revista Hustler.Apresentado pela atriz Kirsten Dunst, de As Virgens Suicidas, e o comediante do programa Saturday Night Live, Jimmy Fallon, o MTV Video Awards, que será exibido na filial brasileira no dia 29 deste mês, começou com a dupla parodiando o filme O Retorno da Múmia, numa cena pré-gravada. Eles entraram ao vivo no palco do Shrine vestidos de caubóis e interpretando a canção Don´t Tell Me, do novo CD de Madonna.O primeiro prêmio a ser anunciado foi o de melhor time para as Três Panteras. Cameron Diaz era a única presente. Ao receber a estatueta, Cameron, que estava com um tomara que caia com listras coloridas, disse que tinha esquecido o perspirante em casa e limpou as axilas com as duas pontas de sua saia branca de algodão. Mais tarde, ao vencer o prêmio de melhor seqüência de dança, subiu ao palco com um bolo comprado por Harvey Weinstein (o chefão do estúdio Miramax) e que ela daria para o público "para mostrar minha gratidão".O cineasta John Woo conquistou a estatueta de melhor cena de ação - a perseguição de motocicleta de Missão: Impossível 2- e, nos bastidores, revelou que ele próprio não sabe dirigir. O ator Sean Patrick Thomas (de Save the Last Dance) e atriz Helene Christensen (a filha de Michael Douglas em Traffic) receberam os prêmios de revelação. O verdinho e vestuto Grinch rendeu a Jim Carrey o prêmio de melhor vilão. Carrey fez o mais engraçado discurso da noite, sem dizer uma palavra. Isto é, enquanto um discurso que ele havia previamente gravado numa fita cassete era ouvido nos alto-falantes, Carrey fazia caretas, acompanhando o playback. "É uma grande honra que novas formas de expressão sejam prestigiadas e aceito meu prêmio telepaticamente", começava o discurso. "E disseram que o George Lucas era de vanguarda...", completava a fita.Em companhia das filhas, Lucas apareceu no Shrine para apresentar o prêmio especial de melhor cineasta, oferecido a Sofia Coppola pelo seu filme de estréia As Virgens Suicidas. "Conheço Sofia antes de ela vir ao mundo. Ela fez um filme forte e provocante", disse Lucas nos bastidores. Perguntado sobre que conselhos havia dado à garota que viu crescer, Lucas observou: "Talvez gostaria de ter-lhe dito ´que a força esteja com você´, mas, na verdade, nunca precisei dar conselhos". E acrescentou: "Guardo em minha biblioteca um desenho que Sofia me deu quando garota e que agora vou emoldurá-lo". Sofia contou que está preparando dois novos roteiros para o cinema. Weezer e Dave Matthews Band apresentaram números musicais (a última enfrentou problema de apagão do palco). A mensagem politicamente correta da noite veio dos apresentadores Aalyah e Sean Puffy Combs. Antes de anunciarem o nome de um dos vencedores, cantora e rapper fizeram um pequeno número da dança Freak. Moda desde dezembro nos nightclubs, a dança Freak (mulher na frente e homem por trás, roçando - ou não - seus corpos na pista de dança) vem criando polêmica nas escolas americanas, que querem banir os bailes de verão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.