Mostra no CCSP recupera cinema de Person

Com a mostra As Várias Faces de Person, o Centro Cultural São Paulo homenageia Luís Sérgio Person, diretor de São Paulo S.A e O Caso dos Irmãos Naves(1967), entre outros. A vida do cineasta terminou prematuramente quando seu carro bateu na traseira de um caminhão em janeiro de 1976. Apesar de morrer jovem - estava prestes a completar 40 anos -, Person marcou seu nome no cinema nacional. Sua filmografia não pode ser considerada extensa mas ele abordou intensamente os temas que escolheu dirigir. Quando faleceu, já fazia dois anos que tinha se afastado do cinema, mas ainda considerava adaptar para o cinema A Hora dos Ruminantes, de J.J. Veiga.Person tinha muitas facetas e conseguia empregar seu talento em vários ramos. Em 1956, editou Sequência, uma revista sobre cinema. Em 1957, dirigiu teleteatro nas emissoras Tupi e Record. Também experimentou a área publicitária e por algum tempo criou comerciais para a televisão. Ganhou bastante dinheiro mas logo perdeu a paciência e passou a se dedicar ao teatro, dirigindo Orquestra de Senhoritas e El Grande de Coca Cola.Person também arriscou a carreira de ator. A mostra exibe alguns destes seus traballhos, como em A Doutora É Muito Viva (1956), Casei-me com um Xavante (1957), O Estranho Mundo de Zé do Caixão (1968), O Quarto (1968) e Anuska, Manequim e Mulher (1968).Na mostra As Várias Faces de Person, foram selecionadas três produções dirigidas pelo cineasta. O filme São Paulo S.A, sua estréia na direção de longas, é uma rara experiência de captação cinematográfica dos problemas de uma metrópole. A história começa com o fim de um relacionamento de um homem (Walmor Chagas) com a sua esposa (Eva Wilma). A partir daí, o homem faz um reflexão sobre os fatos que o levaram até aquela situação. A cidade de São Paulo participa do enredo com a mesma importância de um personagem.Em O Caso dos Irmãos Naves, é retratado um famoso erro judiciário ocorrido em Minas Gerais na década de 40, quando dois irmão, interpretados por Juca de Oliveira e Raul Cortez, foram presos, torturados e condenados injustamente, acusados de assassinar o parente de um tenente. Os dois irmãos só receberam o reconhecimento oficial de que foram vítimas de um erro judicial, em 1952, quinze anos depois. Person aproveitou para fazer uma análise da intolerância, da hipocrisia e dos preconceitos.Panca de Valente não agradou a crítica. A tentativa de Person em fazer uma paródia dos faroestes e dos filmes caipiras de Mazzaropi, não convenceu. Faltou consistência ao roteiro, e a produção foi realizada com recursos mínimos, o que acabou prejudicando o resultado final. A mostra As Várias Faces de Person termina no dia 30 de julho e a entrada é franca.As Várias Faces de Person - Centro Cultural São Paulo - Sala Lima Barreto, Rua Vergueiro, 1000, tel.: 3277-3611 ramal 279.ProgramaçãoDia 25 de julho, às 20h - A DOUTORA É MUITO VIVA (BRA, 1956) Dir. Ferenc Fekete. Elenco: Luiz Sérgio Person, Eliana, Francisco Negrão.Dia 26 de julho, às 20h - O ESTRANHO MUNDO DE ZÉ DO CAIXÃO - Episódio: O fabricante de bonecas (BRA, 1968, 18min) Dir. José Mojica Marins. Elenco: Luiz Sérgio Person, Vany Miller, Paula Ramos, Esmeralda Ruchel. Dia 27 de julho, às 20h - O QUARTO (BRA, 1968, PB, 101min) Dir. Rubem Biáfora. Elenco: Luiz Sérgio Person, Sérgio Hingst, Giedre Valeika, Berta Zemel, Pedro Paulo Hatheyer, Pedro Stepanenko, Francisco Curcia, Gláucia Rothier, Ewerton de Castro. Dia 28 de julho, às 20h - CASEI-ME COM UM XAVANTE (BRA, 1957, PB , 93min) Dir. Alfredo Palácios, Assistente de direção e roteiro: Luiz Sérgio Person . Elenco: Luiz Sérgio Person, Pagano Sobrinho, Maria Vidal, Lola Brah, Lueli Figueiró, Eugênio Kusnet,. Dia 29 de julho, às 18h - PANCA DE VALENTE (BRA, 1968, PB, 90min) Dir. Luiz Sérgio Person. Elenco: Jofre Soares, Chico Martins, Átila Iório, Marlene França, Toni Vieira, Roberto Ferreira, Costa Larga. Dia 29 de julho, às 20h - O CASO DOS IRMÃOS NAVES (BRA, 1967, PB, 92min) Dir. Luiz Sérgio Person. Elenco: John Herbert, Juca de Oliveira, Raul Cortez, Anselmo Duarte, Cacilda Lanuza, Júlio Miranda, Sérgio HingstDia 30 de julho, às 18h - ANUSKA, MANEQUIM E MULHER (BRA, 1968, 95min) Dir. Francisco Ramalho Jr. Baseado no conto "Ascensão ao mundo de Anuska" de Inácio de Loyola Brandão. Elenco: Luiz Sérgio Person, Marília Branco, Francisco Cuoco, Ivan Mesquita, Ruthinéa de Moraes, Jairo Arco e Flexa, Jean-Claude Bernardet.Dia 30 de julho, às 20h - SÃO PAULO S/A (BRA, 1965, PB, 90min) Dir. Luiz Sérgio Person. Elenco: Walmor Chagas, Eva Wilma, Otelo Zeloni, Darlene Glória, Osmano Cardoso, Cecília Rabelo, Armando Sganzerla, Nadyr Fernandes, Silvio Rocha, Altemir Martins, João Chierani.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.