Mostra Internacional traz 400 filmes a São Paulo

Entre obras de 77 países, festival traz longas premiados em Veneza.

BBC Brasil, BBC

07 Outubro 2019 | 07h20

A 31ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo começa nesta sexta-feira com mais de 400 filmes de 77 países espalhados por 20 salas da cidade. Entre os destaques da mostra competitiva estão Desejo e Reparação, do diretor britânico Joe Wright, adaptação do livro de Ian McEwan. Outro destaque da competição é o longa Control, a biografia do vocalista da banda Joy Division, Ian Curtis, do diretor holandês Anton Corbijn, mais famoso por videoclipes de bandas como U2. Na mostra Perspectiva estão alguns dos longas mais aguardados, como a biografia de Bob Dylan, I'm Not There, dirigido por Todd Haynes. No longa, o cantor e compositor americano é interpretado por atores como Christian Bale e Cate Blanchett. Blanchett ganhou o prêmio de melhor atriz no Festival de Cinema de Veneza por sua interpretação de Dylan. Outro premiado em Veneza foi o ator Brad Pitt por sua interpretação O Assassinato de Jesse James Pelo Covarde Robert Ford, que também está na mostra Perspectiva. O longa Lust, Caution, do cineasta Ang Lee, também está na mostra Perspectiva e também foi premiado em Veneza, ganhou o Leão de Ouro de melhor filme. O filme é um suspense com cenas sexualmente explícitas passado em Xangai durante a Segunda Guerra Mundial. O Brasil participa com 49 produções, entre longas, curtas e documentários. Entre os destaques está Mutum, de Sandra Kogut. Além de filmes o festival também traz cineastas para debates e eventos. Entre os convidados está o diretor israelense Amos Gitai, que ministrará uma oficina de cinema. Seu novo longa, A Retirada, com Juliette Binoche e Jeanne Moreau, será exibido na mostra Perspectiva. Outro convidado da 31ª Mostra é o ator mexicano Gael García Bernal. Ele está em três filmes do festival: O Passado, de Hector Babenco, Sonhando Acordado de Michel Gondry e sua estréia como diretor, Deficit, que está em competição. A mostra também faz uma homenagem e retrospectiva do cineasta francês Claude Lelouch, que vem a São Paulo para mostrar seu último longa, Crimes de Autor. Outro homenageado que também participa do festival é o cineasta chinês Jia Zhan-Ke, que dirigiu recentemente o documentário Inútil, sobre o trabalho da estilista chinesa Ma Ke, premiado como melhor documentário da Mostra Horizontes, também do Festival de Veneza. A 31ª Mostra Internacional de Cinema será encerrada no dia 1º de novembro com a exibição do longa Onde os Fracos Não Têm Vez, do irmãos Joel e Ethan Coen. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.