Mostra de Cinema de São Paulo exibirá 300 filmes

O filme português Palavra e Utopia, de Manoel de Oliveira, abrirá a 24º edição da Mostra Internacional de Cinema em São Paulo no dia 18 de outubro. Na edição deste ano, serão exibidos 190 longas e 110 curtas. Segundo os organizadores, quando o assunto é cinema, a mostra é considerada o 4º festival mais importante do mundo. Os filmes serão exibidos em três módulos: Competição Novos Diretores, Perspectiva Internacional e Perspectiva do Cinema Brasileiro. Os curtas metragem serão exibidos antes do início da sessão dos longas. O Brasil tem 20 filmes neste formato. A França traz o maior número de participantes, 39 no total.Em coletiva dada à imprensa hoje, Leon Cakoff, um dos diretores do festival, salientou o fato de que os ingressos estão mais baratos esse ano em relação a 1999. "Graças aos nosso patrocinadores, pudemos baratear o preço das entradas", explicou. O ingresso para cada sessão custa R$ 6,00 e R$ 3,00 (estudantes e idosos). Além disso, o espectador pode adquirir pacotes especiais no site www.ingresso.com.br. ou na Central do Conjunto Nacional (Av. Paulista, 2073), a partir do dia 14 de outubro, das 10h às 21h.A assinatura integral, que custa R$ 180, permite que o espectador assista à todas as sessões, durante todos os dias em que durar o festival. A mostra termina no dia 2 de novembro. A permanente especial, de R$ 50, é válida sempre para as duas primeiras sessões, de segunda à sextas. É possível comprar pacotes de 20 ingressos (R$ 60), 30 ingressos (R$ 80) ou 50 ingressos (R$ 120).Apoio - Na mostra desse ano, a Directv tornou-se um dos co-patrocinadores da mostra. A novidade é que um dos dez filmes finalistas (ainda não há um nome definido) será exibido pela rede de televisão paga. A partir do ano que vem, quando a Directv vai se tornar patrocinadora de fato, a rede vai exibir um filme, que participará da mostra, por dia. Os patrocinadores da mostra entram com uma cota de R$ 600 mil; os co-patrocinadores com R$ 300 mil e as empresas que apoiam com R$ 150 mil.O júri será formado por Richard Dindo, diretor de Genet Shatila, Leonor Silveira, atriz de Palavra e Utopia, Leonardo Garcia Tsao, jornalista e crítico, Manuel Martinez Carril, diretor da Cinemateca do Uruguai e Carla Camurati, diretora e atriz.A programação da mostra ainda não está definida. Os filme serão exibidos nas seguintes salas: Sala Uol de Cinema, Espaço Unibanco, Cinearte, Cineclube Vitrine, Sala Cinemateca, Centro Cultural São Paulo, Cinesesc, Market Place - Cinemark 5 e Masp. Ainda não há um número exato, mas Renata de Almeida, uma das organizadoras do festival, acredita que cerca de 90% dos filmes terão legendas em português. Nos primeiros anos da mostra, o quadro era bem diferente: apenas 90% recebiam legendas em inglês.

Agencia Estado,

07 de outubro de 2000 | 21h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.