Mostra de arte e cinema engajados no Itaú

O Itaú Cultural estréia sua programação de cinema e vídeo com uma mostra de cinema, com predominância de documentários, que sgue o mesmo tema da exposição de artes plásticas organizada pela historiadora Aracy Amaral em cartaz no mesmo local: Arte e Sociedade - Uma Relação Polêmica. Enquanto Aracy faz o recorte dos aspectos históricos e sociais do País na arte, a mostra de cinema com curadoria de Roberto Cruz faz o mesmo na tela, até o dia 22 de maio, sempre às quintas-feiras, com entrada franca. Os filmes da mostra Cinema e Sociedade serão exibidos em duas sessões por dia, às 17 horas e às 19h30 e os ingressos serão distribuídos com uma hora de antecedência.Confira a programação: Quinta-feira, 17 de abril - A Temática Social Os Carvoeiros, às 17h A Vida em Cana, às 19h30 Quinta-feira, 24 de abril - A Guerra A Cobra Fumou, às 17h Senta a Pua!, às 19h30 Quinta-feira, 1º de maio - Aspectos Políticos O Velho, às 17h Barra 68, às 19h30 Quinta-feira, 8 de maio - Arte e Cinema nos Anos de Chumbo Sobre Anos 60 e A Invenção de Brasília, às 17h Rocha que Voa, às 19h30 Quinta-feira, 15 de maio - Por Dentro do País 2000 Nordestes, às 17h Crede-mi, às 19h30 Quinta-feira, 22 de maio - Violência Urbana O Rap do Pequeno Príncipe contra as Almas Sebosas, às 17h Notícias de uma Guerra Particular, às 19h30 Confira as sinopses: 2000 Nordestes (Vicente Amorim e David França Mendes, RJ, 2000, 70 min) Do Ceará à Bahia, passando pelo Rio Grande do Norte, pela Paraíba e por Pernambuco (e com o contraponto da diáspora nordestina em São Paulo e no Rio de Janeiro), o filme busca fazer um levantamento do imaginário nordestino contemporâneo.A Cobra Fumou (Vinícius Reis, RJ, 2002, 95 min) O documentário fala da participação brasileira na Segunda Guerra Mundial por meio de depoimentos de veteranos e ex-combatentes, do registro do 11º Encontro Nacional dos Veteranos da Segunda Guerra, em Brasília (1999), e de imagens das cidades italianas por onde as tropas brasileiras passaram.A Invenção de Brasília (Renato Barbieri, DF, 2001, 56 min) História da capital brasileira, desde a formação geológica aos dias de hoje, passando pela saga da construção em quatro anos.A Vida em Cana (Wolney Attala, SP, 2001, 69 min) O filme mostra a metade de um ano que o diretor passou na lavoura, junto de cortadores de cana.Barra 68 (Vladimir Carvalho, DF, 1999, 80 min) O filme narra a luta de Darcy Ribeiro no início dos anos 60 para criar e implantar a Universidade de Brasília, e as agressões sofridas pela UnB desde o golpe militar de 1964 até os acontecimentos de 1968. Documentário realizado com o apoio do Rumos Itaú Cultural Cinema e Vídeo.Crede-mi (Bia Lessa, RJ, 1996, 75 min) A gente comum de Cariri, Canindé e Juazeiro brinca muito a sério de representar a trama folhetinesca de O Eleito, de Thomas Mann.Notícias de uma Guerra Particular (João Moreira Salles, RJ, 1999, 59 min) Documentário que retrata o cotidiano dos moradores e dos traficantes no morro carioca Dona Marta.O Rap do Pequeno Príncipe Contra as Almas Sebosas (Paulo Caldas e Marcelo Luna, PE, 2000, 90 min) A história da juventude e da cultura urbana da capital do estado de Pernambuco.O Velho (Toni Venturi, SP, 1997, 100 min) O filme narra a história de Luiz Carlos Prestes, um mito, um homem que encarnou uma causa, atravessando 70 anos da história contemporânea brasileira.Os Carvoeiros (Nigel Noble, RJ, 1999, 70 min) O documentário mostra o cotidiano dos brasileiros que ganham a vida queimando árvores para a indústria do carvão vegetal, destacando os problemas ecológicos e sociais envolvidos na produção do carvão do ponto de vista dos próprios carvoeiros.Rocha que Voa (Erik Rocha, RJ, 2002, 94 min) O documentário trata de um dos períodos menos conhecidos da vida do cineasta e agitador cultural brasileiro Glauber Rocha, o exílio em Cuba, de 1971 a 1972.Senta a Pua! (Erik de Castro, DF, 1999, 112 min) A saga do dia 6 de outubro de 1944, quando os integrantes do Primeiro Grupo de Aviação de Caça do Brasil desembarcaram no porto de Livorno, na Itália, para participar da Segunda Guerra Mundial, contada por seus próprios pilotos.Sobre Anos 60 (Jean-Claude Bernadet, SP, 1999, 30min) O filme reúne, em um trabalho de montagem e com ausência de locução descritiva, imagens de arquivo inéditas sobre os anos 60 no Brasil. Produção do Itaú Cultural.Cinema e Sociedade - Mostra paralela à exposição Arte e Sociedade - Uma Relação Polêmica De 17 de abril a 22 de maio, às quintas-feiras, às 17h e 19h30, na Sala Itaú Cultural (227 lugares) Entrada franca - ingressos distribuídos com uma hora de antecedência. No Itaú Cultural - Av. Paulista, 149 - próximo à estação Brigadeiro do metrô. Tels. 11.3268-1776/1777. www.itaucultural.org.br atendimento@itaucultural.org.br

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.