Morte de irmão de Sean Penn foi acidental, diz laudo judicial

A morte do ator Chris Penn, irmão mais novo de Sean Penn, foi acidental, de acordo o relatório oficial da Justiça. Chris Penn foi encontrado morto no fim do mês passado em sua casa da cidade de Santa Mônica, na Califórnia.Uma porta-voz do escritório forense do condado de Los Angeles disse que Penn pesava cerca de 150 quilos e tinha tido problemas vinculados ao consumo de drogas.O porta-vez explicou que a causa principal da morte do ator, de 40 anos, foi uma "cardiomiopatia não específica", ou uma dilatação cardíaca que mostrava "os efeitos de um consumo múltiplo de remédios".O comunicado oficial não especificou quais eram esses remédios, e afirmou que a morte do ator foi acidental.No cinema, Chris Penn se destacou no filme "Cães de Aluguel", de Quentin Tarantino. Em 1986, ele chegou a atuar com seu irmão no filme "Caminhos Violentos", mas sua carreira sempre foi ofuscada pelas boas atuações de Sean, que levou o Oscar em 2003 por seu papel no filme "Sobre Meninos e Lobos".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.