Morre veterano da fotografia Claudio Portioli

Claudio Portioli, veterano diretor de fotografia, faleceu neste sábado, dia 15, em São Paulo, aos 69 anos, em conseqüência de câncer no pulmão. Portioli iniciou carreira no cinema como figurante, passando depois a técnico e, mais tarde, a diretor de fotografia, função na qual se consagrou. Trabalhando atrás das câmeras desde 1962, Portioli foi responsável pelas imagens de filmes dirigidos por Carlos Reichenbach (Corrida em Busca do Amor), Rubem Biáfora (A Casa das Tentações), Denoy de Oliveira (A Grande Noitada), Guilherme de Almeida Prado (A Dama do Cine Shangai), Walter Rogerio (Olhos de Vampa) e Eliana Fonseca (Ilha Rá-Tim-Bum ? O Martelo de Vulcano). Antes de ficar doente, ele estava escalado para trabalhar sob a direção de Michael Ruman na direção do longa-metragem protagonizado por Eliana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.