Morre Tulio Raggi, pioneiro do cinema de animação em Cuba

Cineasta começou sua carreira em 1965 com 'El capitán Bluff'

04 de dezembro de 2013 | 10h59

O diretor e roteirista de cinema de animação, Tulio Raggi, considerado pioneiro do gênero em Cuba, morreu nesta terça-feira (3) em Havana aos 75 anos, informou a imprensa local. Cineasta foi o autor de filmes como El negrito cimarrón (1975), El primer paso de papá (1977) e Las orejas de Canela (1985), que são considerados clássicos da animação cubana.

Desde que começou sua carreira em 1965 com El capitán Bluff, o cineasta dirigiu mais de 60 filmes e alguns deles reconhecidos nacional e internacionalmente, lembrou o site oficial Cubadebate. Também codirigiu alguns episódios do personagem de desenho animado cubano Elpidio Valdés e da série Filminuto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.