Morre Saul Swimmer, diretor de <i>Concerto para Bangladesh</i>

O diretor e produtor de cinema Saul Swimmer, que dirigiu, em 1971, o musical Concerto para Bangladesh, morreu em Miami, aos 70 anos, em conseqüência de um ataque cardíaco. Uma fonte da família de Swimmer informou nesta terça-feira, 20, que o produtor, que morreu no último dia 3, sofria de problemas do coração e dos rins. Em 1971, Swimmer dirigiu seu trabalho mais conhecido, Concerto para Bangladesh, o primeiro concerto benéfico que conseguiu reunir um extraordinário conjunto de artistas. Organizado em parceria com o ex-Beatle George Harrison, o evento reuniu Ringo Starr, o músico indiano Ravi Shankar e lendas como Bob Dylan, Eric Clapton, Leon Russell e Billy Preston. O mítico concerto de rock aconteceu no Madison Square Garden, em Nova York, e se converteu imediatamente em um êxito que influenciou, depois, a realização de muitos outros shows celebrados por uma causa humanitária. Swimmer doou milhões de dólares para o Unicef, fundo das Nações Unidas para a infância. O concerto virou um disco, Concert for Bangladesh, premiado com um Grammy. Swimmer começou a carreira como cineasta na década de 20 e posteriormente trabalhou também em espetáculos de televisão. Outro importante filme musical que fez foi We will Rock You: Queen Live in Concert.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.