Morre o roteirista de "A Um Passo da Eternidade"

O roteirista americano Daniel Taradash, vencedor do Oscar por A Um Passo da Eternidade, morreu no sábado, segundo informa hoje o Daily Variety. Ele tinha 90 anos, completados em 29 de janeiro, e lutava contra um câncer no pâncreas.A Um Passo da Eternidade, clássico de 1953 com Burt Lancaster, Montgomery Clift e Frank Sinatra, é o mais bem sucedido projeto de Taradash, mas há em seu currículo outros filmes memoráveis, como O Crime não Compensa, de 1949, com Humphrey Bogart, Desirée, o Amor de Napoleão, de 1954, com Marlon Brando, A Defesa do Castelo, de 1969, dirigido por Sydney Pollack, e, um de seus primeiros trabalhos, Conflito de Duas Almas, de 1939, do pioneiro nascido na Rússia Rouben Mamoulian.Taradash também ocupou cargos executivos em sua carreira. Dirigiu o sindicato americano de roteiristas, nos anos 70, e chegou à presidência da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, que organiza o Oscar. Arriscou-se apenas uma vez como diretor, com Storm Center, estrelado por Bette Davis, em 1956.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.