Morre o primeiro marido de Marilyn Monroe

James Dougherty, um policial aposentado de Los Angeles que foi casado com Norma Jeane Baker, antes de ela tornar-se a estrela de cinema futura Marilyn Monroe, nos anos 1940, morreu aos 84 anos.Dougherty morreu na segunda-feira em San Rafael, Califórnia, de complicações de uma leucemia, disse a enteada dele, Annie Woods ao Sun-Journal de Lewiston. Ele passou seus últimos anos no Estado do Maine.Dougherty casou-se com Norma Jeane Baker em 1942, antes de ir para o mar como marinheiro mercante. Ela tinha 16 anos na época.Norma Jeane saiu em busca de sua carreira em Hollywood enquanto Dougherty viajava e os dois pediram o divórcio em 1946. Dougherty casou-se mais duas outras vezes.Dougherty trabalhou para o departamento de polícia de Los Angeles por 25 anos, como detetive e treinando o grupo de Armas Especiais e Táticas. Depois de sua aposentadoria, em 1974, ele se mudou para o Arizona e depois para o Maine, onde morava na pequena cidade de Sabattus.Dougherty recusou-se por anos a falar sobre o período em que esteve casado com Marilyn, mas depois de seu segundo divórcio, ele ficou mais confortável com o assunto. Em 1997, Dougherty escreveu um livro chamado To Norma Jeane with Love, Jimmie (Para Norma Jeane, com amor, Jimmie, em tradução livre).Ele disse que acompanhou a carreira de Marilyn até a morte dela, em 1962. Ela era uma estrela de cinema, enquanto a mulher com quem ele se casou era uma menina de interior, ele disse."Eu a amor, mas não sou apaixonado por ela", ele disse ao Sun-Journal em 1997. "Há uma grande diferença entre amar alguém e estar apaixonado por alguém".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.