Morre o cineasta francês Philippe de Broca

O cineasta francês Philippe de Broca, que trabalhou como assistente de Claude Chabrol e François Truffaut, antes de se tornar famoso por suas comédias excêntricas, O Magnífico, O Diabo pela Cauda e Este Mundo É dos Loucos, morreu na noite de sexta, aos 71 anos, vítima de câncer. O ministro da cultura, Renaud Donnedieu de Vabres, disse que ele era um criador de múltiplos talentos. Para o presidente Jacques Chirac, o cinema francês perde um diretor imaginativo e exigente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.