Morre o cineasta francês Maurice Pialat

O presidente da França, Jacques Chirac, prestou homenagem no sábado ao cineasta francês Maurice Pialat, vencedor da Palma de Ouro do Festival de Cannes, que morreu aos 77 anos. Pialat morreu em sua casa, em Paris, na madrugada de sexta-feira. Ele sofria de pressão alta e problemas no rim. Em mensagem de condolência, Chirac chamou Pialat de um "mestre da arte cinematográfica" que "deixa uma profunda marca na história do cinema francês". O cineasta dirigiu 11 filmes numa carreira que durou quatro décadas. Fez seu último filme, Le Garcu, em 1995. Ele ganhou a Palma de Ouro em Cannes, em 87, com Sob o Sol de Satã.

Agencia Estado,

13 de janeiro de 2003 | 10h13

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.