Morre o cineasta francês Gérard Oury

O diretor de cinema francês Gérard Oury, conhecido por comédias de grande sucesso, entre elas A Grande Escapada e As Loucas Aventuras do Rabi Jacó, morreu nesta quinta-feira em sua casa, em Saint-Tropez, informou seu agente. O cineasta, que na realidade se chamava Max-Gérard Tannenbaum, tinha 87 anos e será enterrado na segunda-feira, no cemitério de Montparnasse, em Paris.A Grande Escapada, de 1966, com seus dois atores-fetiches, Louis de Funès e Bourvil, consagrou o diretor como autor de comédias. Seu talento foi reconhecido no Festival de Cannes de 2001, quando recebeu um prêmio especial.Filho de uma jornalista e de um violinista, Gérard Oury nasceu em 29 de abril de 1919, em Paris. Ele se formou como ator no Conservatório da cidade, ao lado de Bernard Blier e François Perrier.Sua filmografia começou em 1960, com La Main Chaude. Mas a primeira comédia foi Le Corniaud de 1964, um grande sucesso de público. Mas a consagração veio mesmo com A Grande Escapada, escrita com sua filha, a também diretora Daniele Thomson, que vendeu 17 milhões de ingressos.O cineasta trabalhou até os anos 90, lançando La Oif de L´or (1993), Fantasma com Chofer (1996) e Le Schpountz (1999).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.