Morre o ator James Coburn

O ator James Coburn morreu na noite desta segunda-feira de ataque cardíaco em sua casa em Beverly Hills, nos Estados Unidos. Coburn tinha 74 anos. Segundo o empresário do ator, Hillard Elkins, ele estava escutando música ao lado da esposa quando sofreu o ataque. Coburn foi levado ao hospital Cedars-Sinai, onde faleceu.Nascido no estado de Nebraska, o ator conquistou em 1999 o Oscar de melhor ator coadjuvante pelo filme Temporada de Caça (1998), no qual interpretou o papel de um pai alcoólatra, ao lado do ator Nick Nolte, depois de ficar afastado quase 10 anos das telas devido a uma artrite. Foi o único Oscar em mais de 40 anos de carreira e 100 filmes. Um de seus personagens prediletos foi no western Pat Garret and Billy the Kid (1973), dirigido por Sam Peckimpah, com Kris Kristofferson e, em uma ponta, o compositor Bob Dylan, autor da trilha sonora. Outro western que marcou a vida do ator foi o clássico Sete Homens e Um Destino (1960), ao lado de Yul Brynner, Steve McQueen, Charles Bronson e Robert Vaughn. Ele estava também no elenco cheio de bons nomes de Fugindo do Inferno, de John Sturges, ao lado de Steve McQueen (de novo), Charles Bronson (de novo), Richard Attenborough e James Garner. Coburn atuou com grandes nomes da atualidade como Mel Gibson e Jodie Foster, em Maverick, Arnold Schwarzenegger, em Queima de Arquivo e Ediie Murphy, O Professor Aloprado. O ator foi um das vozes do longa de animação Monstros S.A.(2001), da Disney. Um de seus últimos filmes foi o drama The Man From Elysian Fields (2002) , que tem no elenco Andy Garcia, Anjelica Huston e o cantor Mick Jagger.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.