Morre o arqueólogo que inspirou Indiana Jones

O arqueólogo americano Robert Brentwood, que inspirou a criação do personagem Indiana Jones, vivido no cinema por Harrison Ford, morreu hoje num hospital de Chicago, aos 95 anos. Sua inseparável companheira Linda, com quem se casou nos anos 30, estava internada no mesmo hospital e acabou morrendo também, poucas horas depois.Brentwood dedicou toda a vida à sua grande paixão: o estudo de antigas civilizações do Oriente Médio. Ao lado de sua mulher, o arqueólogo realizou dezenas de expedições a sítios arqueológicos para estudar as transformações que levaram povos nômades a fundarem sociedades agrárias e, mais tarde, as primeiras cidades, em particular na antiga Mesopotâmia, atual Iraque.Ao contrário do Indiana Jones criado por Steven Spielberg e George Lucas, um "caçador de tesouros", Brentwood não guardou para si as muitas preciosidades que descobriu. Ao contrário, tido como um dos fundadores da arqueologia moderna, ele orientou todo seu trabalho no sentido de abastecer museus e instituições de pesquisas.O verdadeiro Indiana Jones também esteve em muitas expedições perigosas. Mas não eram aventuras solitárias. Ao contrário do que se viu nos filmes, Brentwood comandava um completo time de cientistas, incluindo biólogos e geólogos, metodologia pouco popular antes dele.

Agencia Estado,

17 de janeiro de 2003 | 16h15

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.