Mario Anzuoni/Reuters - 28.09.2006
Mario Anzuoni/Reuters - 28.09.2006

Morre nos Estados Unidos a atriz Elizabeth Taylor

Aos 79 anos, a intérprete de Cleópatra sofria de complicações cardíacas

Estadão.com.br,

23 de março de 2011 | 10h12

A atriz Elizabeth Taylor morreu aos 79 anos, nos Estados Unidos, na manhã desta quarta-feira, 23. Ela estava internada havia seis semanas no hospital Cedars-Sinai, Los Angeles, e faleceu em decorrência de complicações cardíacas.

 

Veja também:

 especialImportância e trajetória da atriz

documento De There's One Born Every Minute a Flintstones

documento Os sete casamentos

trailer RADAR: Imagens da atriz em cena

blog ZANIN: Liz Taylor morreu

blog MERTEN: Liz!

blog ARQUIVO: A tragédia dos belos

 

Liz Taylor havia sido operada em 2009 com uma falha na válvula cardíaca, uma intervenção que segundo palavras da atriz saiu "perfeitamente bem". Além de sofrer de diversas pneumonias durante sua vida, ela superou nos últimos anos problemas na coluna, diversas operações de quadril e, inclusive, um tumor benigno no cérebro que foi retirado em 1997. Além disso, a atriz teve um passado de abusos de álcool e drogas: submeteu-se a várias internações para desintoxicação.

 

Em comunicado, a agente da atriz, Sally Morrison, informou nesta quarta-feira que Elizabeth Taylor morreu "em paz" e cercada pelos quatro filhos. "Apesar de ter sofrido recentemente uma série de complicações, a condição estava estável e se esperava que ela pudesse voltar para casa. Infelizmente, não era para ser", completou.

 

"Minha mãe era uma mulher extraordinária que viveu a vida ao máximo, com muita paixão, humor, e amor. Apesar de sua morte ser devastadora para aqueles que a mantiveram tão próxima e de forma tão querida, sempre seremos inspirados por sua contribuição duradoura ao nosso mundo", disse o filho da atriz Michael Wilding.

 

Nascida em Londres, em 27 de fevereiro de 1932, de pais norte-americanos, Elizabeth retornou para os EUA no final da Segunda Guerra, então com 7 anos. A mãe, Sara, abandonou a carreira de atriz ao se casar com o pai, Francis Taylor, mas enconrajou a filha a seguir seus passos. As duas foram muito próximas até a morte de Sara, em 1994, aos 99 anos.

 

Em 1963, Liz Taylor notabilizou-se pelo papel de Cleópatra. Elizabeth ganhou o Oscar duas vezes, pelos filmes Disque Butterfield 8 (1960) e Quem tem medo de Virginia Wolf? (1966). No fim da vida, tornou-se famosa por seus sete casamentos e pelo comportamento às vezes excêntrico. Ela vinha apresentando problemas de saúde nos últimos anos e apareceu em público em estado de saúde frágil.

 

A atriz encabeçou uma série de causas, principalmente o combate à aids. Após a morte do amigo Rock Hudson, ela abriu uma fundação contra a doença para a qual dedicou seu tempo e dinheiro - principalmente a partir do declínio da carreira, na década de 1980. Recebeu uma estatueta em reconhecimento por seus trabalhos humanitários em 1993. No ano 2000, foi nomeada Dama Oficial da Ordem do Império Britânico pela rainha da Inglaterra, Elizabeth II. Nos últimos anos, reduziu em muito as aparições públicas, que sempre fazia de cadeira de rodas devido a uma osteoporose. (Com agências internacionais)

 

* Atualizada às 13h19

Tudo o que sabemos sobre:
elizabeth taylor

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.